Crianças de escola pública são barradas em exposição de HQs no shopping JK Iguatemi

Funcionária disse que o local era "um espaço de elitista" e estava lotado.

Cerca de 120 alunos de duas escolas públicas de Guaratinguetá foram barrados ao tentarem visitar a exposição de quadrinhos Mickey 90 Anos durante uma excursão escolar no Shopping JK Iguatemi, em São Paulo. A informação é do G1.

O site reporta que a funcionária do local disse às diretoras das escolas que o shopping era “um espaço de elitista”, estava lotado e que “não teria nada apropriado” para as crianças comerem. A ideia da excursão era levar os estudantes para almoçarem em um fast-food e em seguida visitar a exposição.


“Nós fomos com crianças que nunca tinham ido a um shopping, que só viam fast-food pela televisão. Era para ser um dia especial, mas esbarramos no preconceito. A funcionária pediu que fôssemos a uma lanchonete na esquina do shopping e ainda justificou que poderíamos ter problemas com a segurança do espaço, porque o shopping era considerado de elite”, explicou Jozeli Gonçalves, diretora de uma das escolas.

Segundo ela, como parte dos estudantes eram negros, o grupo foi discriminado social e racialmente.

Quando a funcionária negava a entrada da excursão, a Secretaria de Educação do município foi acionada e a organizadora da exposição interviu. Depois de alguns minutos, os alunos puderam entrar no local. De acordo com envolvidos, outro grupo de estudantes de uma escola particular fez uma visita ao shopping no mesmo dia não teve qualquer tipo de barragem ou intervenção.

A Secretaria de Educação de Guaratinguetá declarou em nota oficial que “repudia racismo e qualquer forma de discriminação” e que vai continuar apoiando educadores e alunos sempre que necessário.

via jovemnerd

Leia Mais
Deu ruim! X-Men: Apocalipse divide os críticos e promete desapontar o público