Especial: 10 Livros que deram o que falar em 2011. 10
Notícias

Especial: 10 Livros que deram o que falar em 2011.

Olá leitores do Burn Book. Confira a lista dos 10 Livros que deram o que falar em 2011, publicado pelo blog listas literárias.
Especial: 10 Livros que deram o que falar em 2011. 11
 

1 – Steve Jobs: A Biografia, de Walter Isaacson: Quando o mundo foi sacudido pela morte do guru da Apple as livrarias e a Cia da Letras tiveram de correr para reabastecer a nova demanda pelo livro, que faltou na maioria do estoque, provocando uma verdadeira guerra contra o tempo, para abastecer fãs em busca do livro.

2 – Privataria Tucana, de Amaury Ribeiro Jr.: Um dos livros mais polêmicos por esta terra acabou por reacender uma disputa que parecia adormecida, entre o PT e os "Tucanos" que viram o período de privatizações ser atacado como nunca antes na história desse país. A tiragem inicial [15.000 exemplares] não deu nem pro cheiro, e o livro hoje é o nº da lista nas compras de militantes, e políticos petistas.

3 – Ágape, de Padre Marcelo Rossi: Disparado, o livro mais vendido no Brasil em 2011, com mais de Meio Milhão de exemplares. E boa parte dos que adquiriram o livro foram brindados com a dedicatória do Padre Marcelo, que incansável, participou de inúmeras demoradas e concorridas sessões de autógrafos.

4 – As esganadas, de Jô Soares: O novo livro de Jô foi falado, até em demasia. Aproveitando-se de seu espaço na Globo, foi uma semana inteira presenteando seus convidados, com direito inclusive a inversão dos papéis, onde o gordo foi entrevistado por Pedro Bial. Para aumentar o buchicho, Jô soares entrou em pendenga com o programa Pânico na TV, que resultou numa trolada épica quando Bola contou todo o livro, inclusive o mega-spoiler revelando o final. 

Especial: 10 Livros que deram o que falar em 2011. 12
 
5 – A guerra dos tronos, de George R. R. Martin: O épico deste autor que está sendo comparado a Tolkien, caiu de vez no gosto dos brasileiros, em especial os nerds, e os fãs da série homônima produzida pelo canal HBO. O livro rapidamente entrou para a lista dos mais vendidos, além de constantemente ser comentado nos principais blogs da internet brasileira.
 
 

6 – Liberdade, de Jonathan Franzen: O livro está ganhando espaço nas principais listas de melhores do ano, sendo exaltado pela crítica brasileira.

7 – História do Cabelo, de Alan Pauls: A aventura de um homem obcecado pelo cabelo foi um dos livros mais comentados do ano pela crítica especializada, além de receber ótimas resenhas foi presença garantida em generosos espaços nos jornais e cadernos de literatura brasileiros.

Especial: 10 Livros que deram o que falar em 2011. 13
 
8 – Elixir, de Hilary Duff: Livro garantido na estante de adolescentes, com a vinda da autora, atriz e popstar da música para a Bienal do Livro do Rio de Janeiro, esteve entre os mais comentados, além de participar de uma enquete para o livro do ano, na revista Capricho.
 
 

9 – Filhos do Éden – Herdeiros de Atlândida, de Eduardo Sphor: O escritor brasileiro e por ele próprio, nerd assumido lançou sua segunda publicação, que mais uma vez voltou a figurar na lista de mais vendidos, além dos fãs de Sphor levarem o livro para os TT [Trending Topics] da rede social Twitter.

 

10 – O Livro do Boni, por Boni: Dá pra se dizer que é o livro mais comentado deste final de ano, com filas para as sessões recheadas de estrelas globais, além de uma ampla cobertura da televisão, numa concorrência desleal com escritores que já batalham há algum tempo.

 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Especial: 10 Livros que deram o que falar em 2011. 14


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Notícias

2 Comments

  1. Realmente esses livros deram o que falar ano passado. Ainda não li nenhum dos citados, mas o que eu mais quero ler é o do Boni, sem dúvida.

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.