Especial: Leitura ou videogame: o que estimula mais a criatividade? 8
Notícias

Especial: Leitura ou videogame: o que estimula mais a criatividade?

Especial: Leitura ou videogame: o que estimula mais a criatividade? 9
 
Quem é mais criativo, os leitores assíduos ou viciados em videogames? Para a escritora Lucy Prebble, os videogames estimulam mais a criatividade do que os livros. Ela é conhecida por atacar o estereótipo popular que vê adolescentes que jogam videogame como sedentários que passam seus dias atirando em inimigos virtuais enquanto comem Doritos ou batata frita.

A escritora afirma que jogar videogame requer um maior envolvimento e mais contribuição criativa do que ler um livro ou assistir um filme, e também oferece mais oportunidades para ser ativo e sociável.

Ao invés de serem vistos como vilões, os games devem ser vistos como uma forma de arte, pois aumentam nossas emoções e estimulam nossa criatividade, de acordo com Prebble. Ela alertou que existe um “terror da classe média” quanto aos games, porque eles são geralmente associados ao ócio, obesidade e sedentarismo. Muitos pais também têm receios sobre o conteúdo violento de alguns jogos.

Prebble disse que videogame é parecido com o ato escrever, atividades criativas muito diferentes de ver filmes ou ler livros. Nos jogos, as pessoas têm que tomar decisões e influenciam na história. Além disso, games possibilitam mais sociabilidade, pois é possível jogar videogame com várias pessoas, ao contrário da leitura, que é uma atividade solitária.

Os videogames têm sido frequentemente acusados de uma série de questões negativas, incluindo os níveis de obesidade, violência, comportamento antissocial entre adolescentes e o declínio nas tradicionais atividades ao ar livre. Professores também manifestam preocupação de que ficar acordado até tarde jogando pode prejudicar o desempenho escolar das crianças.

Essa má reputação dos videogames ignora que a maioria dos jovens da mesma idade joga os mesmos jogos, mas não confundem a ficção com realidade, argumentou a escritora. Existe muito medo por trás dos videogames, mas eles sem dúvidas podem ser interessantes para o desenvolvimento criativo.

 
Publicado originalmente no HypeScience – Fonte

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Especial: Leitura ou videogame: o que estimula mais a criatividade? 10


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Notícias

4 Comments

  1. Concordo com a escritora, e nem sou mais viciada em games, haha. Claro, ser viciado em jogos tem suas desvantagens, mas também tem suas vantagens.
    De todos que conheço, os que jogam mais sempre são mais criativos que os que leem muito. ^^'

    Adorei o post. [:

    My recent post A noite do casamento (Helen Brooks)

  2. Uau, adoreeei *_* eu amo ler e jogar videogame, apesar de fazer isso com menos frequencia atualmente. mas por falta de tempo, mesmo. mas eu sempre joguei <33 e, de fato, estimula criatividade. claro que eu tambem acho que livros e séries tambem (filme eu acho que nem tanto assim), mas nada comparado aos games, mesmo.
    My recent post [+18] Amante Sombrio

  3. Muito interessante esse post. Realmente acredito que o "medo" de videogame é um pouco exagerado.

    Bjos
    entreumlivroeoutro.blogspot.com
    My recent post Jogos Vorazes 1 – Suzanne Collins

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.