Publicado originalmente no R7

Se você é fashionista e fã de literatura, com certeza vai amar! Ou se você nunca tocou em um livro (risos), mas ama moda, é possível que se apaixone também, pois não há como não se render a essas coisinhas fofas… Estamos falando da nova sensação no quesito acessórios-fashion: as bolsinhas-livro ou, simplesmente, clutches-livro

É provável que a tendência tenha começado com a designer francesa Olympia Le-Tan e suas adoráveis criações feitas à mão. O mundo fashion passou a cultuá-las desde que a atriz Natalie Portman apareceu usando sua Lolita by Olympia Le-Tan na prémière do filme Cisne Negro, no final de 2010. Desde então, a tendência foi crescendo, e outras marcas passaram a fazer novas versões da charmosa clutch, como Chanel, Kate Spade, ASOS e, mais recentemente, a brasileira New Order…

 

No passado, apenas os privilegiados tinha acesso aos livros. Hoje, ainda bem, a Literatura é para todos! Basta saber ler e, claro, ter vontade de ler. Mesmo que não se tenha dinheiro para comprar os últimos lançamentos, é possível conseguir livros mais baratos em sebos, pegá-los emprestados em bibliotecas ou, até mesmo, lê-los de graça pela internet. No entanto, são poucas as que têm acesso aos meigos livrinhos de Olympia Le-Tan (snif). Podemos dizer que a designer faz uma espécie de Alta-Costura da Literatura. rsrs É que suas clutches costumam custar, em média, 1.400 dólares. Além disso, os acessórios não são produzidos em série. Cada modelo de clutch ganha, apenas, 16 reproduções, pois são todas feitas à mão (dêem só uma olhada nos lindos bordados), e, portanto, demandam muito tempo e trabalho. As bolsinhas costumam reproduzir capas originais de grandes clássicos da literatura, como, Lolita, Dracula, O Grande Gatsby, A Divina Comédia, O Apanhador no Campo de Centeio, e por aí vai…

A marca Kate Spade anda flertando com a tendência. Confiram os modelos, que custam, em média, 300 dólares…


Para as que estiverem procurando algo mais em conta, não desanimem! A ASOS, por exemplo, na última coleção, lançou um modelo mais barato, que custava, em média, 45 dólares. Uma pena que já esteja fora de estoque. Mas, agora que a tendência caiu nas graças da meninada, é possível que outras marcas passem a fazer a bolsinhas-livro a preços mais acessíveis. Por aqui, a New Order, também está lançando a sua, que é uma graça!…

E se você for daquelas que tem criatividade e habilidade, pode tentar fazer a sua própria bolsinha. Na internet, não faltam tutoriais. Só tome cuidado para não assassinar um livro. Rs! Nada de cortar as páginas para fazer a sua bolsinha, como fez esta blogueira aqui, pois essa atitude não é nada fashion, tsá?! Você pode, simplesmente, destacar as folhas dessa forma. Pelo menos ainda poderão ser lidas no futuro…


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

OBS: As bolsas-livro não são totalmente uma ideia original. Nos anos 70 houve as bolsas-revista. Que eram carteiras duras de acrílico, como na época eram chamadas as clutches, que simulavam revistas dobradas, também bastante originais… 😉

 

Deixe sua opinião aqui :)

No more articles