Fãs de K-pop derrubam app feito para denunciar violência em protestos 3
Notícias

Fãs de K-pop derrubam app feito para denunciar violência em protestos

Em apoio aos protestos antirracistas que tomaram conta de diversas cidades dos Estados Unidos, fãs de K-pop derrubaram um aplicativo feito pela polícia de Dallas para denunciar supostas ações violentas de manifestantes. As informações são do site UOL

Os protestos começaram após a morte de George Floyd, um homem negro, por um policial branco no dia 25 de maio. O aplicativo foi anunciado pela polícia de Dallas nas redes sociais. As autoridades escreveram:

“Se você tem vídeos de atividades ilegais em protestos e quer compartilhá-los com a polícia, você pode baixar o nosso aplicativo iWatch Dallas. Você pode permanecer anônimo em sua denúncia”.

Para impedir as denúncias dos supostos atos e se posicionarem a favor dos protestos, diversos fãs de K-pop baixaram o app e mandaram vídeos dos ídolos para a plataforma. Os clipes, conhecidos como “fancam”, mostram artistas, no caso, do K-pop em shows. 

 

Vídeos de grupos como BTSBLACKPINK e outros famosos foram enviados para o app. Por causa da quantidade de clipes, na plataforma, a polícia provavelmente não achou os vídeos de denúncia.

Poucas horas depois de anunciar o app, as autoridades disseram tirariam a plataforma do ar: “Devido a dificuldades técnicas, o nosso aplicativo iWatch Dallas ficará fora do ar temporariamente”.

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Fãs de K-pop derrubam app feito para denunciar violência em protestos 4







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Notícias

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.