FBI aponta Coréia do Norte como responsável pelo Cyber ataque a Sony

Parece que essa história do ataque ao estúdio Sony está longe de acabar, o FBI acabou de eleger um responsável pelo hackeamento de informações cruciais do estúdio e pelas as ameças que vem sofrendo para não lançar o filme A Entrevista, ninguém menos que o governo da Coréia do Norte.

Acho que por essa ninguém esperava. Porque um país faria tudo isso só por causa de um filme?  Acho que a resposta é simples, o ditador Kim Jong Un não é um homem que se brinque. O filme A Entrevista é basicamente uma sátira a seu governo e ele não pensou duas vezes em não retalhar o estúdio com seu grupo de hackers que, segundo o FBI, são treinados desde crianças para ataques globais.


As ameaças foram tão fortes que Sony acabou por cancelar o lançamento do filme, algo que o presidente Barack Obama criticou. Segundo ele, a Sony não deveria ter cedido as ameaças do ditador e que não poderíamos viver em uma nação em que um ditador de um país de fora decida o que se pode ou não ver.

George Clooney também mostrou a mesma preocupação e procurou fazer uma petição, mobilizando todos os estúdios a dar apoio para Sony lançar o filme. Infelizmente, todos estavam com muito medo para dar qualquer apoio. 

Mas não podemos deixar que o medo nos impeça de nós expressar. Com o presidente Obama dizendo que a Coréia do Norte terá uma resposta a altura, espero que eles consigam mostrar que eles não precisam ter medo.

Leia Mais
Especial: 10 Coisas para nao fazer com seu livro.