FBI aponta Coréia do Norte como responsável pelo Cyber ataque a Sony

Parece que essa história do ataque ao estúdio Sony está longe de acabar, o FBI acabou de eleger um responsável pelo hackeamento de informações cruciais do estúdio e pelas as ameças que vem sofrendo para não lançar o filme A Entrevista, ninguém menos que o governo da Coréia do Norte.

Acho que por essa ninguém esperava. Porque um país faria tudo isso só por causa de um filme?  Acho que a resposta é simples, o ditador Kim Jong Un não é um homem que se brinque. O filme A Entrevista é basicamente uma sátira a seu governo e ele não pensou duas vezes em não retalhar o estúdio com seu grupo de hackers que, segundo o FBI, são treinados desde crianças para ataques globais.



As ameaças foram tão fortes que Sony acabou por cancelar o lançamento do filme, algo que o presidente Barack Obama criticou. Segundo ele, a Sony não deveria ter cedido as ameaças do ditador e que não poderíamos viver em uma nação em que um ditador de um país de fora decida o que se pode ou não ver.

George Clooney também mostrou a mesma preocupação e procurou fazer uma petição, mobilizando todos os estúdios a dar apoio para Sony lançar o filme. Infelizmente, todos estavam com muito medo para dar qualquer apoio. 

Mas não podemos deixar que o medo nos impeça de nós expressar. Com o presidente Obama dizendo que a Coréia do Norte terá uma resposta a altura, espero que eles consigam mostrar que eles não precisam ter medo.




» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Assista ao primeiro trailer de ‘Fragmentado’, com James McAvoy‏