Frances McDormand e seu importante discurso no Oscar 2018

No Oscar 2018, como era previsto, a atriz Frances McDormand conquistou o prêmio de “Melhor Atriz” por sua interpretação em Três Anúncios Para um Crime. Essa foi uma categoria recheada de grandes talentos, como Margot Robbie (I, Tonya), Sally Hawkins (Shape of Water), Saoirse Ronan (Lady Bird) e a rainha Meryl Streep (The Post).

Em uma noite onde os discursos breves foram encorajados, McDormand seguiu esse padrão, mas fez com que suas poucas palavras fossem impactantes e memoráveis ao falar sobre feminismo, cláusula de inclusão e investimentos em projetos feitos por mulheres . Confira a seguir suas palavras na íntegra:



 

https://www.youtube.com/watch?v=-86vgvZGMs4

Então, eu estou hiperventilando um pouco. Se eu cair, me levante porque eu tenho algumas coisas a dizer. Eu acho que é assim que Chloe Kim sentiu-se depois de realizar a manobra back-to–back 1080 nas Olimpíadas. Vocês viram isso? É assim que me sinto.

Eu quero agradecer Martin McDonagh. Olhe o que você fez! Nós somos um bando de “hooligans” e anarquistas, mas nós nos limpamos bem. Eu quero agradecer cada pessoa nesse prédio e minha irmã Dorothy, eu te amo. E eu especialmente quero agradecer meu clã: Joel e Pedro McChoen. Esses dois fortes indivíduos foram bem criados por suas mães feministas. Eles valorizam a si mesmo, cada um e as pessoas em volta deles. Eu sei que estão orgulhosos de mim e isso me preenche com eterna alegria. Agora vamos criar um pouco de perspectiva.

Eu ficaria honrada de ter todas as mulheres indicadas em cada categoria em pé comigo nessa noite. As atrizes… Meryl, se você se levantar, todas levantarão. Vamos lá. As cineastas, as produtoras, as diretoras, as escritoras, as cinematográficas, as compositoras, as escritoras de música, as designers. Vamos lá!

Ok, olhem em volta. Olhem em volta senhoras e senhores porque todas nós temos histórias para contar e projetos que precisam de financiamento. Não fale conosco sobre isso na festa hoje a noite. Nos convide para seus escritórios em alguns dias, ou venham até os nossos, o que for melhor pra vocês, e contaremos sobre eles. Eu tenho duas palavras para deixar essa noite, senhoras e senhores: inclusion rider (cláusula de inclusão, em português).

Em pouco mais de 3 minutos a atriz conseguiu levantar uma questão pouco conhecida pelo público e, até mesmo, por ela mesma até alguns dias atrás. A cláusula de inclusão significa que certo ator, atriz, diretor ou roteirista com renome pode exigir uma porcentagem de diversidade de gênero, étnica ou qualquer outra em seu contrato com uma produção. Essa é uma oportunidade de tentar equiparar as injustiças causadas na indústria cinematográfica.

Para todos que estão em uma negociação par um filme, uma cláusula de inclusão significa que você pode pedir ou demandar por, pelo menos, 50% de diversidade — não só no elenco, mas também na equipe técnica, disse McDormand em coletiva após a cerimônia do Oscar.




» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
J.K. Rowling publica novo conto que explora a história das bruxas de Salém