Inep adiará Enem por período de 30 a 60 dias; data ainda será marcada 5
Notícias

Inep adiará Enem por período de 30 a 60 dias; data ainda será marcada

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou nesta quarta-feira que adiará a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pelo período de 30 a 60 dias em relação às datas previstas. O cronograma previa aplicação das provas presenciais em 1 e 8 de novembro, e das provas virtuais nos dias 22 e 29 de novembro. O período de adiamento foi sugerido mais cedo pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, em rede social.

“Atento às demandas da sociedade e manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do Coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram pelo adiamento da aplicação dos exames nas versões impressa e Digital”, diz comunicado do Inep.

O órgão afirma que a decisão sobre a nova data será tomada após realização de uma enquete junto aos inscritos para o Enem 2020, que será feita em junho por meio da página do participante.

Como o GLOBO revelou em março, a equipe técnica responsável pelo exame sempre defendeu o adiamento da prova, mas dependia de uma palavra final do ministro da educação, Abraham Weintraub, que advogava publicamente pela manutenção das datas.

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Inep adiará Enem por período de 30 a 60 dias; data ainda será marcada 6


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Notícias

Leave a reply