Livraria Cultura pede recuperação judicial

Segundo o colunista de O Globo, a Cultura está afogada em dívidas há pelo menos dois anos.

A Cultura, segunda maior rede de livrarias do Brasil, deu entrada hoje na 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo com um pedido de recuperação judicial, informa Lauro Jardim.

Segundo o colunista de O Globo, a Cultura está afogada em dívidas há pelo menos dois anos.



No ano passado, já em crise, comprou a operação da Fnac no Brasil. Há um mês, fechou a última loja no país da rede de origem francesa.

Leia Mais
Com filme, ‘A cabana’ ganha força e volta a lista de livros mais vendidos da semana!