Crônicas Lunares | Marissa Meyer
100%Pontuação geral
Personagens100%
Enredo100%
Diagramação100%
0%
Votação do leitor 0 Votos
0%

Crônicas Lunares é uma saga composta por seis livros que começa com Cinder. Eu só li os primeiros quatro, por isso é deles que vou falar.

Se você é fã de fantasia, ficção científica e contos de fadas, vai adorar adentrar no mundo de Marissa Meyer, escritora norte-americana que recontou os contos de Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, Rapunzel e Branca de Neve de uma maneira bem inusitada. 

Crônicas Lunares é um livro belíssimo. A narrativa é muito bem construída. E, a maneira como a teia de acontecimentos vai se entrelaçando a cada livros é surpreendentes.  é um livro tocante. Mesmo se tratando de contos de fadas, nos faz pensar sobre preconceito, relacionamentos abusivos e até onde as pessoas vão atrás de poder e reconhecimento. E mais: por detrás de qual glamour decidimos nos esconder?

Cinder, o primeiro volume de Crônicas Lunares

Quem nunca ouviu falar na história da Cinderela? Mas, e se ela fosse um ciborgue e fosse considerada uma cidadã de segunda classe em um mundo futurístico?

Sinopse: Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, “Cinder” é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série As Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído.

Nesse livro entendemos o que o preconceito pode fazer com as pessoas e como é errado. Além disso, temos um vislumbre das marcas que um relacionamento abusivo pode deixar. 

Scarlet, o segundo volume de Crônicas Lunares

Com o conto de fadas de Chapeuzinho Vermelho, descobrimos que nem sempre o lobo é apenas mau e que tem muito mais por detrás dessa história. Todos temos um passado, mas isso não impede de mudar o futuro.

Sinopse: Depois de Cinder, estreia de sucesso de Marissa Meyer e primeiro volume da série As Crônicas Lunares, que chegou ao concorrido ranking dos mais vendidos do The New York Times, a autora está de volta com mais um conto de fadas futurista. Scarlet, segundo livro da saga, é inspirado em Chapeuzinho Vermelho e mostra o encontro da heroína ciborgue que dá nome ao romance anterior com uma jovem ruiva que está em busca da avó desaparecida. Em uma trama recheada de ação e aventura, com um toque de sensualidade e ficção científica, Marissa Meyer prende a atenção dos leitores e os deixa ansiosos pelos próximos volumes da série. 

Cress, o terceiro volume de Crônicas Lunares

Além de termos personagens super diferentes, tanto de etnias como de personalidades (o que achei fantástico!), ainda temos a diferenciação entre lunares e não lunares. E cada vez isso vai ficando mais nítido. E aqui sabemos mais o que é ser um lunar sem glamour, um cascudo. Mais uma reflexão para fazermos em meio a muita ação! Além disso, gosto da maneira como nossa Rapunzel fantasia com príncipes e finais épicos, já que está sempre sozinha. 

Sinopse: Neste terceiro livro da série Crônicas Lunares, Cinder e o capitão Thorne estão foragidos e agora levam Scarlet e Lobo a reboque. Juntos, eles planejam derrubar a rainha Levana e seu exército. Cress talvez possa ajudá-los. A garota vive aprisionada em um satélite desde a infância, com a companhia apenas de telas, o que fez dela uma excelente hacker. Coincidência ou não, infelizmente ela também acabou de receber ordens de Levana para rastrear Cinder e seu bonito cúmplice. Quando um ousado plano de resgatar Cress dá errado, o grupo se separa. Cress enfim conquista a liberdade, mas o preço a se pagar é alto. Enquanto isso, Levana não vai deixar que nada impeça seu casamento com o imperador Kai. Cress, Scarlet e Cinder talvez não tenham a intenção de salvar o mundo, mas muito possivelmente são a última esperança do planeta.

Winter, o quarto  volume de Crônicas Lunares

Este é o livro que mais me agradou por falar, mesmo que de maneira subliminar, de doenças mentais. Afinal, por Winter (a Branca de Neve), se recusar a utilizar seu glamour, ela vai pouco a pouco, enlouquecendo. E a maneira como o seu “caçador” cuida dela é linda!

Sinopse: Depois de Cinder, Scarlet e Cress, inspirados, respectivamente, nas histórias de Cinderela, Chapeuzinho Vermelho e Rapunzel, Marissa Meyer entrega a eles o último capítulo da série, em que reconta a história de Branca de Neve com tintas distópicas. Na trama, a princesa Winter vive subjugada por sua madrasta, Levana, que inveja sua beleza e não aprova os sentimentos da jovem pelo amigo de infância e belo guarda real Jacin. Mas Winter não é tão frágil quanto parece, e, junto com a ciborgue Cinder e seus aliados, a jovem princesa é capaz de ini¬ciar uma revolução e vencer uma guerra que já está em andamento há muito tempo. Será que Cinder, Scarlet, Cress e Winter podem derrotar Levana e encontrar seus finais felizes?

Se você gosta de contos de fadas e um romance eletrizante, não perca tempo e comece a ler agora Crônicas Lunares! 

 

Confira a resenha da semana anterior aqui


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Deixe sua opinião aqui :)

Sem mais artigos