Resenha: O Dom De Voar, Richard Bach 5
LivrosResenhas

Resenha: O Dom De Voar, Richard Bach

Resenha: O Dom De Voar, Richard Bach 6Título do livro: O Dom De Voar
Autor (a): Richard Bach
Editora: Grupo Editorial Record
Páginas: 330
Ano: 1976
Edição: 2ª edição
ISBN: 9788501008565
Gênero: Aviação, Aventura, Não-ficção

 

 

“Um cara não tem  a menor chance de alcançar o seu objetivo se não aprender a encontrar sozinho a sua sustentação.” 

Sinopse:

Este livro mostra os pontos capitais de 15 anos de vida de Richard Bach, que começou a escrever depois de aprender a voar. Desde que ele escreve sobre o que mais lhe interessa, tudo em O DOM DE VOAR se refere ao seu mundo especial da aviação. Mas o mundo da aviação não se relaciona apenas com decolagens, pousos e funcionamento dos motores.

“Voar é minha religião”, diz Richard Bach, “é a maneira que tenho de descobrir a verdade”.

A verdade é que todos os pensamentos e atos de Richard Bach em suas reminiscências levam, de forma lógica, aos temas desenvolvidos em Fernão Capelo Gaivota. Tudo em O DOM DE VOAR contribui para a compreensão da alegria e do sentido do voo ou ilustra aquele ingrediente especial de aventura, liberdade, descoberta, perfeição e inspiração de que Richard Bach impregnava sua vida e sua obra.

Da leitura deste livro, ficar-se sabendo certamente porque voar é tão importante para o autor. Poder-se-á partilhar de suas experiências no ar como as pessoas especiais que são seus amigos no mundo da aviação e se compreenderá a dedicação com que ele se esforça por voar… e viver melhor.

Ele mesmo explica a sua posição: “Fossem quais fossem as tristezas, as alegrias ou as fantasias que me ocorriam enquanto eu voava, tornaram-se estórias e artigos em vez de páginas de um jornal. Quando comprei minha primeira máquina de escrever, fiz a promessa de que jamais escreveria sobre aquilo que não me interessasse, que não representasse alguma diferença em minha vida, e tenho chegado muito perto do cumprimento dessa promessa”.

“Dizem alguns que a vida nada mais é do que a oportunidade de conquistar o medo e que todo medo faz parte do medo da morte.”

Resenha:

É muito difícil falar de um livro que você não gostou, tem que ter muito cuidado com as palavras.

Eu já tinha lido “Fernão Capelo Gaivota” do Richard Bach, e gostei. Mas esse realmente não deu pra mim.

Senti nesse livro, que foi uma biograEsse livro é mais para o pessoal que pilota aviões, que é comissário de bordo, que trabalha com isso. Foi o isso o que senti pelo menos.

fia das aventuras que ele teve no mundo da aviação.

Tem muito termo técnico de pilotos, que a gente que não entende fica “boiando”.

Mas faz parte, nem todos os livros que lemos, nós vamos gostar.

 

Beijinhos e até a próxima

 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: O Dom De Voar, Richard Bach 7


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Livros

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.