Marvel faz um movimento contra Fox e tira os filhos de Magneto 3
CinemaNotícias

Marvel faz um movimento contra Fox e tira os filhos de Magneto

Parece que as brigas entre os estúdios está contudo e quem perde vai ser os fãs. Todos devem se lembrar de Peter Maximoff do filme X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, o garoto super veloz que roubou o filme em uma só cena (e que cena épica podemos dizer). Nos quadrinhos ele se chama Pietro e é um mutante filho do Magneto – vocês podem até lembrar da referencia que Peter faz ao Magneto dizendo que a mãe dele já conheceu um cara que sabe manipular o metal.

Até ai não tem problema, mas como o próximo Vingadores também usará o mesmo personagem, e também a sua irmã, os produtores tiveram que fazer mudanças em suas origens já que a Fox tem os diretos da palavra Mutante e de seus personagens. Como a Marvel só podia usar os gêmeos, porque eles tem uma grande participação na história em quadrinho dos Vingadores, eles decidiram mudar sua origem nos quadrinhos para Inumanos.

Inumanos é uma espécie de seres poderosos que será adaptado pelo estúdio. 

Não sabemos como isso irá afetar a franquia dos X-Men, ou mesmo se a Marvel só fez para encaixar as coisas melhores em seu próprio universo cinematográfico, mas é algo que mudou e muito a dinâmica de personagens amados pelos fãs.

Infelizmente estamos presos numa briga de estúdios que não pensam em abrir mão de nada.

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Marvel faz um movimento contra Fox e tira os filhos de Magneto 4







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Cinema

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.