#Off: Artista americano transforma cabines telefonicas em bibliotecas comunitarias 5
Notícias

#Off: Artista americano transforma cabines telefonicas em bibliotecas comunitarias

   Reprodução
arquiteto americano John Locke encontrou uma nova forma de utilização de cabines telefônicas antigas, transformando as estruturas em bibliotecas comunitárias. Inspirado em um trabalho semelhante realizado por James Econs, no Reino Unido, o projeto consiste em instalar estantes de livros dentro das cabines, onde os frequentadores podem emprestar, trocar ou ler os títulos no próprio local. 
   Reprodução
E ai, vocês acham que essa ideia daria certo aqui no Brasil?
Publicado na revista PEGN

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


#Off: Artista americano transforma cabines telefonicas em bibliotecas comunitarias 6


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Notícias

5 Comments

  1. Ótima ideia, mas, infelizmente, não daria certo no Brasil… Ou pelo menos não na minha cidade. Antes de aplicar algo tão inteligente quanto isso, seria necessário que a população fosse educada o suficiente para não estragar a cabine e tal… Enquanto isso, sonhar está valendo. *-*
    Mas que é uma ótima ideia, ó se é. Haha.

    Bom post. ^^

    My recent post #Andei Vendo: Filme Lição de Amor

    1. Oi Arine
      Pensei o mesmo, além de que as pessoas na primeira oportunidade iriam vender os livros no Sebo, ou pior, não duvido de nada não.
      Mas quem sabe um dia neh …

      Obrigado pelo comentário

      Att. Guilherme

  2. Virei fã deste cara *-*

    Mas também acho que não daria certo no Brasil 🙁

    Abraços e bom final de semana
    http://www.rimasdopreto.com

    1. É, não mesmo :S
      As culturas são diferentes, tanto quanto o modo de vida e costumes de literários da população, mas quem sabe um dia isso não da certo no Brasil.

      Obrigado pelo comentário

      Att. Guilherme

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.