Pandemia agrava a situação da Saraiva, que vai fechar mais 11 lojas

A Livraria Saraiva informou à Justiça na última segunda-feira que terá de fechar definitivamente mais 11 lojas em razão da pandemia do coronavírus.

São elas: shoppings Mooca (SP), Metrô Santa Cruz (SP), ABC (SP), Center Norte (SP), Recife (PE, Moinhos (RS), NYCC (RJ), ParkShopping São Caetano (SP), Vila Olímpia (SP) e Diamond Mall (BH) e Loja da Rua do Ouvidor (RJ). A Saraiva, que chegou a ter 112 lojas em 2017, ficará com apenas 58. Mas o número pode cair ainda mais, segundo o documento enviado pela empresa ao Judiciário.



A pandemia agravou uma situação que já era muito difícil. Em 2018, sem conseguir pagar dívidas de R$ 675 milhões, a empresa entrou em recuperação judicial para tentar evitar a falência.

Recuperação judicial é um mecanismo pelo qual a Justiça suspende ações de execução por 180 dias, prazo no qual a empresa deve apresentar um plano de pagamento das dívidas aos credores, que precisa ser aprovado em assembleia. Em abril, já na quarentena, o prejuízo consolidado foi de R$18 milhões, segundo relatório do administrador judicial Ronaldo Vasconcelos (RV3 Consultores Ltda).

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Resenha: Olivia, J Magnane