Predadores Assassinos | Diretor revela final alternativo mais sangrento

Em entrevista ao site Bloody Disgusting, o diretor de Predadores Assassinos, Alexandre Aja, revelou algumas informações sobre o processo criativo, assim como um final diferente pro filme — mas que não chegou a ser filmado.

Cuidado, spoilers abaixo!


Predadores Assassinos é o típico filme que não tem pena de seus protagonistas, colocando eles em situações extremas, onde de fato eles tem de lutar para sobreviver. Mas Aja revelou que o final poderia ter sido pior para Haley e seu pai, ao invés de um final feliz.

O diretor, que possui experiências com filmes de terror, comentou sobre a escolha de tornar o filme mais realista do que um clássico terror-gore, próximo de suas origens no cinema.

É bem próximo do que somos na vida real, infelizmente. Nós estamos tentando lutar, sobreviver e tudo isso, mas eu tenho certeza que, visto de outro ponto de vista, parece sem sentido, sem esperança. Eu realmente quis criar uma situação onde tudo desse errado à todo instante para não se tornar algo fácil pra mim. Não escolhendo a alternativa fácil, mas sim colocando eles em situações que pioram, e ir desenvolvendo à partir disso.

Mas Aja revelou que em um dos seus rascunhos ele acabou escolhendo um caminho um tanto diferente… No qual os protagonistas, ao serem resgatados pelo helicóptero, seriam engolidos por um crocodilo.

Sim, nós fizemos isso! [risos] Nós fizemos. Temos um rascunho disso. Isso é totalmente um spoiler mas nós criamos um outro final em que o crocodilo abocanhava eles na rede de resgate, enquanto eles subiam. Nós não filmamos essa cena, mas criamos ela logo no começo e acabamos usamos ela de inspiração pra buscar novos caminhos.

Sendo assim, o filme acabou se tornando uma mistura entre sobrevivência e suspense.

Na verdade, nós estamos bem no ínicio do processo […] Nós tínhamos muito tempo pra conversar sobre o que faríamos no filme. E então chegamos na conclusão que íriamos fazer um filme de invasão […] mas os invés de ter um assassino entrando na sua casa e matando todo mundo, colocamos água, os elementos, a chuva. Todos eles invadindo sua casa. E junto com essa água estão os seus vizinhos que querem fazer um lanche de você. É um típico filme de invasão mas com elementos [da natureza]. Temos duas camadas, as criaturas mas também o desastre.

Leia Mais
Quem e Voce, Alasca?, do John Green vai virar filme!