Que tal ler um livro de 300 paginas em 90 minutos? 3
Notícias

Que tal ler um livro de 300 paginas em 90 minutos?

Publicado no Estadão

A Spritz, startup de Boston, nos Estados Unidos, acredita que os seres humanos podem ler muito mais rápido usando o seu sistema ‘text streaming’, que mostra até 600 palavras por minuto em telas pequenas, como as de telefones ou de relógios.

Pelo sistema, o usuário seria capaz de ler um romance inteiro, por exemplo, por meio de uma pequena tela que exibe palavras alternadas em uma fração de segundo.

O leitor pode escolher a velocidade da incidência, como 250, 300 ou até mesmo 600 palavras por minuto.

Teste o aplicativo aqui

Segundo o Springwise, site especializado em inovação, a Spritz passou três anos pesquisando e testando o sistema, que foi desenvolvido para funcionar principalmente em smartphones e smart relógios, mas também pode ser usado em websites.

As palavras aparecem no mesmo local, em um mesmo frame, reduzindo a necessidade do movimento dos olhos para captar linhas inteiras, o que ocorre em uma leitura tradicional. De acordo com os desenvolvedores, isso propicia uma leitura mais eficiente.

A inovação, ao que tudo indica, é voltada para o mercado corporativo (B2B). Nesse sentido, a Spritz  informa em seu site que tem sido procurada por fabricantes de dispositivos móveis, desenvolvedores de software educacional, empresas de e-books e até por portais de conteúdo, gente interessada em licenciar a tecnologia desenvolvida.

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Que tal ler um livro de 300 paginas em 90 minutos? 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Notícias

Leave a reply