Voce sabe (mesmo) ler? 6
Notícias

Voce sabe (mesmo) ler?

Voce sabe (mesmo) ler? 7

Publicado no Livros e Afins 

A pergunta parece simplória ou sarcástica, posto que, ao responder à pergunta formulada no título, já ficou claro que você sabe ler; ou, pelo menos, acha que sabe. Há algum tempo eu vinha me questionando se sabia ler. Eu lia, compreendia, interpretava, mas sentia que faltava algo. Achava a minha leitura pouco produtiva. E fui pesquisar…

A primeira observação que faço, a partir do que estou vendo:

Leitura não está relacionada à rapidez ou quantidade, mas à qualidade”.
 
Pesquisando, descobri o livro “A arte de ler” e nele fiquei absolutamente admirada de como ler é um processo ativo e de porque não nos ensinam o que este livro mostra, na escola, muito menos em nível acadêmico. Em outras palavras: o livro não ensina a ler, mas como ler.

Acredito que alguns dos leitores tiveram a oportunidade de ler este livro. Mas, acredito, também, que a grande maioria, assim como eu, nunca teve a oportunidade deste acesso. E é com estes que divido a descoberta. É de suma importância dividir essa minha aventura com os leitores do Livros e Afins e, por isso, farei postagens que resumem as minhas impressões e o conteúdo do livro, incentivando-os e a ler mais e a ler melhor.

Vamos às premissas:

Principais desculpas que daqueles que leem pouco:

– Pintura – fotografia, a informação apreendida pela imagem;
– Leitura – informação por meio das mídias de massa, sendo mais fácil receber a iformação que a processar – ou buscar;
– Desculpa da falta de tempo – o grande problema do homem moderno.

A Leitura é ativa – toda e qualquer espécie de leitura é uma atividade. Leitura completamente passiva é impraticável. Não se pode ler com os olhos imobilizados e a mente adormecida. Quanto mais ativa a leitura, melhor. A relação escritor x leitor estabelece uma cooperação no sentido de gerar uma comunicação.

O que é uma leitura ativa?
Maior ou menor grau de apreensão do que o código escrito comunica:
1) Identificar se a nossa mente se alinha à mente do texto, caso contrário, momento em que não compreendemos tudo, não ocorre esse alinhamento;
2) O leitor deve se desconformar com o desconhecimento;
3) As técnicas que envolvem essa maior ou menor aptidão constituem o aprimoramento da leitura;
4) Ler para se informar é diferente de ler para alcançar entendimento.

Qual a meta a ser alcançada a partir da leitura?

Palavras que se deve ter em mente: recreação, informação, entendimento.
1) Leitura informativa;
2) Leitura por prazer;
3) Leitura extensiva;
4) Aprender por instrução x aprender por descoberta;
5) Estar informado x estar esclarecido. “Só nos ilustramos quando, além de sabermos o que um autor diz, sabemos o que ele tem em mira e porque o diz”;
6) Ler muito é diferente de ler bem;
7) Descoberta com ou sem ajuda: o processo de aprender por meio de pesquisa, investigação ou reflexão, sem ser ensinado;
8 ) Pensar é apenas uma parte da atividade de aprender;
9) A arte da descoberta desajudada abrange: acuidade de observação; memória pronta; amplitude de imaginação; intelecto afeito à análise e reflexão.

Professores presentes versus professores ausentes: 

Um livro é como a natureza ou o mundo – um professor ausente. Se temos dúvida, perguntamos ao professor presente; se estamos diante de um livro, temos que responder sozinhos. Ir além do que o livro propõe é o segundo desafio, o primeiro é ir até o livro.

Níveis de leitura:

Há quatro níveis de leitura:
1) Leitura elementar;
2) Leitura inspecional;
3) Leitura analítica;
4) Leitura sinóptica.

Dentro de cada um desses níveis, observa-se os respectivos estágios para seguir e se tornar um bom leitor. Oportunamente, falarei de cada um deles isoladamente para ajudar os leitores do Livros a lerem mais e cada vez melhor.

Fonte: ADLER, Mortimer Jerome; DOREN, Charles Van. A arte de ler. [How to Read a Book.] Trad. José Laurênio de Melo. Rio de Janeiro: AGIR, 1974. 400p.

 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Voce sabe (mesmo) ler? 8


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Notícias

5 Comments

  1. talvez eu esteja passando por uma fase de livros sem qualidade , to sentindo que li poucos livros esse ano (O QUE NÃO É VDD) rs .

  2. Muito bom o post,vou repensar minha forma de ler rs.

  3. Que texto! Leitura é fundamental, não adianta dizer que não serve para determinada escolha da vida ou profissão. Leitura serve para tudo, inclusive para entretenimento. Não canso de recomendar (bons) livros! Até porque depois não tem nada melhor do que você ficar discutindo o que mais gostou ou não em determinado livro, o que pode acontecer nos próximos volumes, se se tratar de uma série etc. Ler é fundamental!

  4. Adorei o texto do Livros e Afins, afinal eu até agora pouco fiquei em dúvida se eu sabia ler mesmo! kkkkk
    O que ela falou é tudo verdade, ler até parece ser algo complexo, ah leituras e mais leituras, temos mesmo que atentar pela qualidade e não a quantidade. rs

  5. Muitooo interessanteee… =]

    Beijoss

    Pauliane Coelho

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.