Resenha: A Ascensao dos Nove, de Pittacus Lore

Título: A Ascensão dos Nove

Série: Os Legados de Lorien (#3)




Autor: Pittacus Lore

Editora: Intrínseca

Páginas: 288

Resenha por: Guilherme Cepeda

Seis foi até a Espanha em busca da Número Sete e encontrou mais do que esperava: um décimo membro da Garde, que conseguiu escapar de Lorien. Ella é mais jovem que os outros, mas igualmente corajosa. Juntas, elas partem em uma jornada pela Índia, movidas por boatos que talvez as levem a outro lorieno. Ao mesmo tempo, Quatro e Nove ainda se recuperam da fuga da caverna dos mogadorianos, em West Virginia, e travam uma briga particular: John se culpa por ter abandonado seu melhor amigo, o humano Sam Goode, e Nove menospreza a lealdade de John e o acusa de não se dedicar ao que deveria ser o principal propósito deles: destruir Setrákus Ra e vencer a guerra contra os mogs.

Cuidado: Essa resenha pode conter alguns spoilers de "Eu Sou o Número Quatro" e "O Poder dos Seis".

Se você está acostumado com os livros do Pittacus Lore, sabe como são os finais eletrizantes e que te fazem esperar avidamente pelo próximo volume da série. Em A ascensão dos nove não foi diferente, o autor manteve o ritmo da estória e a ação focada nos habitantes de Lorien.

No terceiro livro da série “Os Legados de Lorien” acompanhamos a trajetória dos números quatro, seis e sete em uma jornada para se juntar aos outros “números”, que pra quem ainda não leu, e não sabe o que está perdendo, essa é a forma que os personagens são retratados na estória.

Antes de encontrar John Smith, o Numero Quatro, Número Seis estava sozinha, lutando e se escondendo para continuar viva. Juntos, eles eram bastante poderosos. Mas precisaram se separar para localizar os demais lorienos sobreviventes.

O livro começa logo após os acontecimentos finais de “O poder dos Seis”, onde os personagens estão se unindo aos poucos para enfrentar os Mogadorianos. Agora eles têm um novo inimigo, e terão que juntar forças para enfrentar essa força maior.

Acredito que esse seja o livro mais intenso até agora, é notável o desenvolvimento dos personagens e sua relação com os “legados” (“superpoderes característicos de cada personagem”). Acho que vou parar por aqui para não revelar spoilers, vamos para a parte técnica do livro.

Pittacus Lore mantém a linha de narrativa rápida e alternada os capítulos entre vários pontos de vista. Tive que me desligar do mundo para acompanhar o livro, era muita ação e muitos personagens ao mesmo tempo, um turbilhão de informações que pode incomodar alguns leitores. Mas é fascinante.

“Os Legados de Lorien” é uma série sobre um grupo de alienígenas que fugiram para a terra para buscar abrigo, já que seu planeta natal chamado “Lorien” foi destruído pelo “Mogadorianos”. Como já comentei nas outras duas resenhas, ou você ama, ou odeia essa série. Ela é um tanto quanto complexa e emocionante ao mesmo tempo. 

“Um homem sábio certa vez me disse que é só deixando para trás alguém bom que você pode conhecer alguém melhor.”

Recomendo para os leitores fãs de histórias de ficção-cientifica com uma pegada voltada para o publico jovem-adulto.

 

Leia Mais
Artista cria gráfico mostrando as emoções de Divertida Mente