Resenha: A Pirâmide Vermelha, de Rick Riordan 6
Resenhas

Resenha: A Pirâmide Vermelha, de Rick Riordan

Resenha: A Pirâmide Vermelha, de Rick Riordan 7

 

 
 
 
 
A Pirâmide Vermelha
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 448
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Desde a morte de sua mãe, Carter e Sadie viveram perto de estranhos. Quando Sadie viveu com os avós, em Londres, seu irmão tem viajado o mundo com seu pai, o egiptólogo brilhante, Dr. Júlio Kane.
Uma noite, o Dr. Kane traz os irmãos juntos para uma experiência de “pesquisa” no Museu Britânico, onde ele espera para acertar as coisas para sua família. Ao contrário, ele liberta o deus egípcio Set, que expulsa-lo ao esquecimento e forças das crianças a fugir para salvar suas vidas.
Logo, Sadie e Carter descobre que os deuses do Egito estão acordando e, o pior deles – Set – tem a sua visão sobre o Kanes. Para detê-lo, os irmãos embarcam em uma perigosa viagem em todo o mundo – uma busca que traz os cada vez mais perto da verdade sobre sua família e seus vínculos com uma ordem secreta que existiu desde o tempo dos faraós.

ALERTA:

“O documento a seguir é uma transcrição de uma gravação. Em algumas partes, a qualidade do áudio estava ruim, então algumas palavras e frases representam o melhor palpite do autor. Onde foi possível, ilustrações de importantes símbolos mencionados na gravação foram acrescentadas. Barulhos de fundo como arrastar de pés, tapas e xingamentos ditos pelos dois narradores não foram transcritos. O autor não garante a autenticidade da gravação. Parece impossível que os dois jovens narradores estejam dizendo a verdade, mas você, o leitor, deve decidir isso sozinho.”

Um dos livros mais esperados do ano foi lançado recentemente no Brasil pela editora Intrínseca.
 

“A Pirâmide Vermelha” é o primeiro volume da série “Crônicas dos Kane” que conta a história de uma família envolvida nos assuntos dos Deuses do Antigo Egito, que parecem estar despertando novamente.
 
O livro começa com um aviso, que me deixou com mais vontade ainda de desvendar os mistérios e conhecer os deuses e mitos da mitologia egípcia.
 
A história é contada pelos irmãos Carter e Sadie. Desde a morte misteriosa da mãe na Agulha de Cleópatra, os irmãos moram separados.
 
Sadia mora com os avós maternos na Inglaterra. Os avós de Sadie entraram na justiça para ter a guarda da menina, e depois de um tempo acabou conseguindo, então o pai dela, Julius só a vê duas vezes no ano, uma no inverno outra no verão.
 
Carter mora com o pai Julius, que é um arqueólogo e egiptólogo, e os dois viajam ao redor do mundo sempre em busca de novas informações e grandes pesquisas sobre Egito e sobre a sua mitologia.
 
Tudo começa quando Julius Kane, um egiptólogo renomado, provoca uma explosão durante uma visita à exposição egípcia no British Museum que resulta numa aparição nada humana que por sua vez desencadeia uma série de eventos inexplicáveis e potencialmente devastadores para a humanidade – além do desaparecimento do próprio Dr. Kane no processo. Após a explosão,Carter e Sadie se juntam para descobrir o que realmente aconteceu com o seu pai, e se acostumarem a serem Deuses. Não é bem por ai, mas não vou falar mais, que posso acabar dando Spoilers sobre o livro.
 
O formato da narrativa é totalmente diferente da série Percy Jackson, transcrição de um áudio em que os dois irmãos se revezam para contar a história. Um problema que os leitores vão encontrar é saber quem está falando, no começo é confusão na certa, eu nunca sabia se era o Carter ou a Sadie que estava narrando, tinha que olhar no topo da pagina para ver o nome do personagem, mas é algo que não é dificil se acostumar.
 
Carter e Sadie são personagens incríveis! Mas sem sombra de duvidas, minha personagem preferida do livro é Bastet (Bast para os íntimos) a deusa dos gatos e da fertilidade, com seu humor acido me conquistou e a cada pagina que passava, mais eu me apaixonava por ela. Cheguei até a pesquisar mais sobre o assunto, descobrindo que Bast é frequentemente confundida com Sekhmet,e tem uma passagem no livro que explica ou quase isso a diferença entre as duas divindades egípcias.
 
Não posso esquecer de citar personagens importantes, tais como Amós, Filipe da Macedônia e até Khufhu um babuíno fã dos lakers que roubam a cena em algumas partes do livro.
Algumas passagens da história lembram a série do cabeça de alga,uma saga de aventuras mirabolantes, um desfile de poderes místicos, missões grandiosas e muitas – muitas! – tiradas divertidas, como é comum aos personagens de Riordan. Além disso, os títulos dos capítulos hilários continuam fazendo a alegria dos fãs do autor.
 
Recomendo para todos que gostaram da série Percy Jackson e os Olimpianos, e para aqueles que não conhecem, não tem como se arrepender, porque o Tio Rick não erra nunca.
 
"A Pirâmide Vermelha" é um livro cheio de mistério, magia e muita aventura. Leia e viaje pelo mundo em busca dos milenares segredos egípcios.
 
Resenha: A Pirâmide Vermelha, de Rick Riordan 8

 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: A Pirâmide Vermelha, de Rick Riordan 9


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

8 Comments

  1. adoro Rick Riordan mais esse livro ainda ñ li.
    mais to querndo muito

    bjos ;**

  2. Sou muito suspeita em falar de Rick Riordan, já que o amor da minha vida é Percy Jackson. Já comprei A pirâmide vermelha, mas estou adiando o maximo possível a leitura, já que quanto mais rapido começar, mais rapido termina.

    bjs.
    My recent post erica__santana: Eu quero os 5 livros da série @diariobanana que o @burn__book está sorteando. http://t.co/OjZpgHeo Participe!

  3. voces acreditam que nossos destinos podem estar mesmo neste livro como Carter e Sadie disseram, sera que nao foi por acaso o livro ter chegado em nossas mao.Por favor respondam com seriedade

  4. Eu estava meio com o pé atrás com esses outros livros que o RR lançou. Pensei que, depois de PJ, nada seria tão bom… Tô lendo Heróis do Olimpo e tô achando absolutamente incrível! Acho até melhor… Com certeza, vou ler A Pirâmide Vermelha também!

  5. Eu a cada resenha que encontro sinto a necessidade de começar a ler logo os livros que me chegaram!
    (eu os comprei na promoção do submarino os 2 por 30,00)
    mas to me segurando porque já tinha outros aos quais eu tenho tambem uma curiosidade de ler e já estavam comigo mas que fica a vontade fica!

  6. Comprei os dois primeiros da série no submarino!
    to louca pra ler já! *_*

  7. Amo Rick Riordan Terminei de ler a pirâmide vermelha! ontem e começo hoje o trono de fogo! eu devorei o livro! muuuuuuuuuuuito bom! adorei! espero gostar tanto dos próximos!

    aiai

  8. eu amo esse livro amo mt mtmt mt … não me canso de ler algo sobre ele .
    My recent post Tormenta – A sequência de Fallen

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.