Resenha: Bela Maldade, de Rebecca James 10
Resenhas

Resenha: Bela Maldade, de Rebecca James

Resenha: Bela Maldade, de Rebecca James 11
 
 
 
 
 
 
Bela Maldade

Autora: Rebecca James
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 302
Resenha por: Guilherme Cepeda

 
 
 
 
 
 
 
 
Após uma horrível tragédia que deixou sua família, antes perfeita, devastada, Katherine Patterson se muda para uma nova cidade e inicia uma nova vida em um tranquilo anonimato. Mas seu plano de viver solitária e discretamente se torna difícil quando ela conhece a linda e sociável Alice Parrie. Incapaz de resistir à atenção que Alice lhe dedica, Katherine fica encantada com aquele entusiasmo contagiante, e logo as duas começam uma intensa amizade. No entanto, conviver com Alice é complicado. Quando Katherine passa a conhecê-la melhor, percebe que, embora possa ser encantadora, a amiga também tem um lado sombrio. E, por vezes, cruel. Ao se perguntar se Alice é realmente o tipo de pessoa que deseja ter por perto, Katherine descobre mais uma coisa sobre a amiga: Alice não gosta de ser rejeitada…

Eis que fui surpreendido novamente por um lançamento da Intrínseca. Desde 'Antes que eu vá', é um livro mais intenso que o outro, devido a temática envolvendo questões psicológicas e a proximidade com a realidade que me deixou agoniado e com vontade de terminar o livro no mesmo dia. A bola da vez é o livro Bela Maldade, da autora Rebecca James, que pode ser definido como “Eletrizante do começo ao fim”. Rebecca James foi brilhante em diversos fatores, desde a inovação na temática do livro até a estrutura que ela escolheu para construir bela maldade.

O livro é dividido em duas partes, e não segue uma ordem cronológica. A autora usou flashes dos acontecimentos marcantes da vida de Katherine para compor o livro, temos uma visão de 3 fases da vida dela:o passado, quando ela vivia com a sua família; alguns anos depois, quando ela está mais independente e morando com uma tia em outra cidade e finalmente do “futuro” ,quando ela está com 22 anos e consegue narrar os fatos com mais precisão e detalhes, pelo fato de já ter superado em partes os traumas de sua vida. 

 
Katherine é uma adolescente normal, de 15 anos, e não tinha com o que se preocupar a não ser com os problemas do cotidiano, como escola e intrigas entre amigos, mas nada fora do normal que não faça parte do dia a dia de qualquer adolescente da idade dela. Sua família era unida, e tinha um relacionamento perfeito com sua irmã Rachel (um ano mais nova que ela) e sempre admirou a irmã em tudo o que ela fazia, até que uma tragédia acontece e  sua vida vira de cabeça pra baixo. Depois de muitas reviravoltas e mudanças na vida de Katherine, ela se muda para outra cidade para tentar viver em paz, sem as sombras do passado e muda até seu nome, para não ter nenhuma ligação com a tragédia de alguns anos atrás e tentar recomeçar uma vida do “zero”. 
 
Katherine vive no anonimato na nova escola, até que conhece Alice, uma garota popular e descontraída que de uma hora pra outra acaba se tornando a melhor amiga de Katherine. A amizade estava tão intensa, que Katherine confiava cegamente em Alice, ao ponto de contar a ela seu segredo mais profundo, um trauma do passado que mudou completamente sua vida desde então. Aos poucos Katherine percebe que Alice não era realmente a garota que parecia ser, ela se torna uma pessoa vingativa, irritante e começa a perseguir Katherine de uma forma insuportável, trazendo muitos problemas pra vida dela e novos conflitos que ela terá que enfrentar bravamente para manter a paz e esquecer do seu passado. Alice chega a apresentar características de uma psicopata, e deixa a duvida do porquê dela se tornar amiga de Katherine, mas aos poucos entendemos o ponto de vista de Alice e porque ela faz de tudo para literalmente acabar de todos os jeitos com a vida de Katherine. 

 
Por um instante penso em enfrentá-la, perguntar por que está tão decidida a me ferir, mas desisto rapidamente. É inútil. Não quero ouvir suas explicações – não há uma desculpa racional ou aceitável para o que ela fez – e não quero ouvir uma de suas justificativas insinceras. Só quero que saia daqui.
 
O livro é surpreendente, leva o leitor a uma montanha russa de emoções, não sabemos se amamos ou odiamos os personagens, principalmente de que lado ficar nos conflitos entre Katherine e Alice. O livro trata de várias questões do cotidiano, como amizade, família, amor, ódio e comportamento humano.
 
É um livro meio pesado, que deixa um clima de thriller psicológico do começo ao fim, e aos poucos leva o leitor a uma conclusão surpreendente, mesmo já tendo ideia do final do livro nos primeiros capítulos, mas não vou revelar mais nada aqui pra não acabar com a magia e o suspense brilhantemente construídos pela autora em Bela Maldade. Uma das questões que mais me chamaram a atenção, foi da amizade entre Katherine e Alice. Me fez refletir se devemos confiar cegamente em alguém que se faz parecer seu amigo (a) e na primeira oportunidade te apunhala pelas costas, se revelando uma pessoa totalmente diferente e se não tinha segundas intenções quando se aproximou para construir uma amizade.
 
Quem nunca teve uma amiga (o) Alice na vida? O livro mostra também que um erro pode ser fatal, que temos que pensar muito antes de tomar atitudes que podem ser definitivas no futuro, e que sempre temos que apreender as coisas da maneira mais difícil. 
 
"Já ouvi dizer que as pessoas encantadoras, poderosas, têm o dom de nos fazer sentir como se fôssemos a única criatura no mundo, e agora sei exatamente o que isso significa. Não sei bem o que ela faz, – outra pessoa teria parecido excessivamente ávida, até obsequiosa -, mas quando Alice me dá atenção dessa maneira, eu me sinto radiante, reconfortada pela certeza de ser plenamente compreendida."
 

A diagramação do livro é perfeita, e como já comentei, a autora soube desenvolver a narrativa e envolver o leitor do começo ao fim, mergulhando-o na trama e fazendo-o refletir, ao ponto de se colocar no lugar dos personagens desse maravilhoso thriller psicológico. 

A Frase da capa já diz: “A Amizade pode ser Mortal.” E ficou claro que eu super recomendo esse livro para todos que gostam de um bom suspense, ou para aqueles que querem se aventurar em novos tipos de leituras, saindo um pouco do triangulo amoroso e de temas sobrenaturais, como anjos, vampiros, fadas e afins.

 
Quem quiser pode ver o booktrailer em inglês por aqui.
 
Resenha: Bela Maldade, de Rebecca James 12

Resenha: Bela Maldade, de Rebecca James 13

The Wall Street Journal 
"Um thriller psicológico e sexy, brilhantemente construído."
 
 
The Independent 
"Essa trama sobre rivalidade leva a crueldade a novos limites."
 
 
L’Express 
"Sentimentos tão eternos quanto universais com os quais todos se identificarão."
 
 
Publishers Weekly 
"Esta narrativa impactante sobre a manipulação psicológica e suas consequentes tragédias apresenta um talento promissor na literatura de suspense."

Ficou curioso? Leia um trecho do livro aqui:
 
 

 

– Outras Capas:
 
Resenha: Bela Maldade, de Rebecca James 14Resenha: Bela Maldade, de Rebecca James 15
 

Resenha: Bela Maldade, de Rebecca James 16Resenha: Bela Maldade, de Rebecca James 17

 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: Bela Maldade, de Rebecca James 18


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

47 Comments

  1. Todo mundo falando muito bem desse livro!! Cada vez mais ansioso. Gosto muito de livros eletrizantes, que ñ consiga largar! O nome também é bem bacana. E se tem um clima de thriller psicológico melhor ainda! rsrs

  2. Gostei muita da resenha, ela me animou a ler o livro. Agora é esperar pra ver se vou ganhar se não resta esperar ter din din e comprar.

  3. Esse livro está sendo bem comentado ultimamente, e não vou negar que não estou ansioso para ver essa tal " MALDADE"

  4. Este livro parece ser denso e intrigante.A resenha nos deixa com um gostinho de quero mais na boca!

  5. Eu li o primeiro capitulo e sabe, NECESSITO desse livro, fico feliz que a Intrínseca esteja investindo em Thriller psicológico, Ratos é outro livro que estou me coçando pra não comprar…Ainda.
    Amei a resenha Gui!

    *_*
    My recent post Caixinha Pink #7

  6. Achei lindas as capas dos livros…a história parece ser muito boa. Adoro um suspense, ainda mais envolvendo laços de amizades…
    Doida para ler!

  7. Ei Guilherme…

    Nha eu estou louca pra ler esse livro, ele tem sido muito bem aceito pelos blogs, as resenha tem sido bem positivas. Gostei bastante da sua pois se aprofundo mais no livro, contando um pouquinho mias da estoria e ns deixando ainda mais ansiosos pra ler. Quero muito conhecer a estoria de Katherine o/

    Parabéns pela otima resenha, beijão

  8. nossa é realmente, sua resenha despertou em mim uma grande curuiosidade, necessito desse livro. a história envovendo, menians no ensino médio, segredos, vingança e perseguição conseguiu me prender do ínicio ao fim da leitura nesta págian, surpreendente e totalmente diferente do que imaginei ser ao ler o título do livro, me conquistou e espero devora as suasa páginas.

  9. Amei a sue resenha, no começo quando lançaram o livro eu vi as pessoas comentando sobre ele mas nunca tive vontade de ler, mas agora eu amei a história, fiquei super curiosa para saber que segredo é esse que faz com que a amiga dela se comporte desse jeito. amei, Amei, amei!!! Quero muito ler. Vou participar da promo para ver se eu ganho.

  10. Pelo jeito é recomendadíssimo ne?
    Estou muito interessada no livro, a capa é linda(adoro capas lindas) e como o conteúdo parece ser muito bom, a ver sua resenha e de outros blogs elogiando muito, tenho certeza que ele vai me fisgar!!!

    bj

  11. "E ficou claro que eu super recomendo esse livro para todos que gostam de um bom suspense, ou para aqueles que querem se aventurar em novos tipos de leituras, saindo um pouco do triangulo amoroso e de temas sobrenaturais, como anjos, vampiros, fadas e afins."

    Exatamente o meu caso, tenho procurado uma leitura diferente mas, que também tenha elementos que me agradam e Bela Maldade me parece ser perfeito para o que estou procurando. Esse thriller psicológico como ele é descrito me despertou muita curiosidade, mal posso esperar pra ler, tenho certeza que vou gostar muito!

  12. Bacana!! Ao ler a resenha lembrei-me do filme The Roommate, a personagem Rebecca é muito parecida com a Alice ( legal, obsessiva, desequilibrada,psicótica), a diferença é que a Alice é popular.
    Esse é um livro a ser degustado, tem seu mistério e sua porção de 'maldade', além de falar sobre comportamento humano ( pra refletir nossos próprios atos).
    Eu quero esse livro!!

  13. Quando eu li a sinopse pensei que o livro era totalmente diferente e é melhor do que eu pensava. Fiquei super curiosa para saber o que vei acontecer com Katherine e Alice.
    Asorei a resenha. Bjos

  14. Bom, aparentemente, não é o tipo de conteúdo que me agrada e não tenho pretensão de lê-lo um dia mas nunca se sabe né? Se for adaptado para o cinema um dia, for bem adaptado, assistir o filme e gostar, pode ser que mude ideia (o que acho bem improvável diga-se de passagem).

    Mas confesso que o modo como a história é contado é bastante interessante, é algo que não lembro de ter visto em outros livros até agora pelo menos :]

  15. Hmm adorei o post e adorei a história do livro , no começo não dei bola pro livro pq achei que era uma desses romances de high school… mas agora que vi que é um Thriller psicológico to louca pra ler…

    e realmente é uma mudança e tanto dos temas sobrenaturais que tem tido ultimamente…

    e adorei as capas… sabe de onde é a ultima capa?? é a que achei mais chamativa…

    bjos

    1. Oi Fran 😀
      Eu também, eu só li "A Amizade pode ser mortal" e nem li a sinopse com medo de pegar algum spoiler antes de ler o livro, to fazendo isso agora pra não correr mais riscos kkk
      Ah, tem cara de UK hm* As da esquerda são US, e as outras duas ACHO que são UK, pelo menos tem cara hm*

      Obrigado pelo comentário ^^
      Bjs

  16. A resenha ficou boa, deu para ver como é as passagens de tempo no livro, também estou com esse livro para ler, mas vou seguindo com a lista.
    Bela Maldade ao mesmo tempo faz o leitor refletir para sua vida real….

    abraço

    Philip Rangel- Entrando Numa Fria

  17. Lindas as capas do livro, mas ja vi a nacional e não deixa nada a desejar também :D.
    Eu jurava que era um romance este livro..eu não tinha lido a sinopse ainda rs, e tenho que confessar que fiquei muito intrigada com ele, qual sera que é o segredo da personagem, e eu ja tive 'amiga' assim….mas descobri logo no começo, e não sou de contar intimidades(acho que coisas que vc não quer que alguém saiba, é melhor não contar a ninguém..).
    beijos.

  18. Conheci esse livro na Bienal junto com vocês. Estou louco pra ler, me lembrou em alguns momento de Garota Infernal. Uhuahua
    Vamos ver!!!
    Parabéns pela resenha 😉
    My recent post Editora Novo Conceito aposta em estréia e realiza evento

  19. Comecei a lê-lo cheio de preconceitos, porque se tem uma coisa que a intrínseca se tornou profissional foi em publicar as merdas que vieram no rabo da outra merda "Crépusculo". A capa também sugere um chick-lit sem cura. Mas surpresas e mais surpresas. Cenas bem fortes, um drama interessante e personagens bem construídos.
     
    Ponto pra Intrínseca.

  20. Já tinha visto outras resenhas, e a cada um que eu leio fico com mais vontade de ler o livro. Ainda não tinha visto as outras capas, e algumas delas me deram medinho 🙁 UHAUS Mas mesmo assim, to loucaa pra ler Bela Maldade *-* Adorei sua resenha, ela fala muito bem do livro e na medida certa!!

    Beeijos
    My recent post Época de vestibulares: o que estudar?

  21. Gostei da resenha, principalmente do comentário, a respeito das pessoas serem bastante prestativas, muito amigas…e depois apunhalarem pelas costas, me lembrou até uma pessoa que eu conheci.rsrs. Qdo tiver oportunidade vou ler este livro.

  22. Tô louca pra ler esse livro. A história parece ótima, sempre que leio a sinopse imagino um filme. Parece o tipo de livro que não dá pra largar até ter lido a última página.
    Pra mim, a terceira capa é a mais bonita, achei a brasileira meio apagadinha, mas who cares? rs

  23. Ando lendo muitos livros leves e muitos romances e estou precisando ler um livro como esse. Quando vc disse “Eletrizante do começo ao fim", me deu até arrepíos. Livros que abordam temas psicológicos e mentes humana são um dos melhores que acho e não vejo a hora de poder ler esse livro logo!!!!
    Resenha fantástica.. 🙂
    Bjoss

    1. Oi Ruth
      Eu também estava precisando de um livro desse tipo, era muito YA água com açúcar seguido pro meu gosto, ai peguei Bela Maldade pra quebrar o gelo e não me arrependi nem um pouco.
      Agora estou lendo Ecos da Morte, também da Editora Intrínseca, e meu deus, esse sim é de tirar o fôlego, pelo menos o capítulo que eu acabei de ler, e o livro é alternado entre a personagem e o psicopata, e os capítulos dele da pra perceber que ele é meio doentio e pra ajudar a personagem principal tem o dom de sentir os "Ecos da Morte", mas ´so das pessoas que foram assassinadas, muito bom também. Acho que até a semana que vem eu posto a resenha de Ecos da Morte, fica ligada aqui no blog ou no twitter.

      Obrigado pelo comentário, e que bom que você gostou da resenha.

      Bjs Bjs

      Att. Guilherme

  24. Primeiro comentário meu aqui, e este livro despertou minha atenção, tanto pela resenha, quanto pela capa e suas capas alternativas, principalmente a última com os cacos de vidro. Os livros da Intrínseca geralmente são muito bons e eu curto muito esses livros no estilo Thriller, muito bom.

  25. Gostei muito da sua resenha. Até agora não havia me interessado pelo livro. Gosto de temas psicologicos, ainda mais quando envolve a amizade. Gostei da capa nacional. Simples e bonita. OMG!!! Mais um livro para minha lista interminavel de desejos…

  26. Bom, ainda não li, mais tenho certeza de ser muito legal. Tenho curiosidade desde que me falaram deste livro e a sua resenha me atiçou ainda mais.! Não vejo a hora de ler!

  27. todas as resenhas que li falaram bem desse livro… e só de não ser mais uma trilogia ou mais, me deu muita vontade de ler…

  28. Fiquei ainda mais ansioso para ler o livro, falando em thriller psicológico, você já leu Identidade Roubada da Chevy Steven/Arqueiro?É chocante, recomendo muito, adorei a resenha, pela capa pensei que a história se tratava de outra temática não de um thriller psicológico, como você mesmo disse, a Intrínseca tá vindo com alguns livros diferentes, o que tô adorando, e não vejo a hora de poder ler…
     
    Passa lá no Simbolista!
    http://www.osimbolista.blogspot.com

  29. De tanto que falaram nesse livro (vc eh um deles, kkkkkk) e tbm de resenhas positivas e da sinopse fiquei morrendo de vontade de ler *—-*

  30. Primeiramente, todo livro que tem uma katherine é intrigante , gostei da capa e, enfim, estou interessada pela história. Parece ser bem gostoso e fácil de ler. Espero ganhar e comprovar tudo isso!

  31. Até hoje não vi uma crítica ruim sobre o livro! Adorei a resenha e fiquei mais ansiosa ainda para ler.
    A capa é muito linda e a história parece ser bem diferente de todas que já vi.

  32. sempre quis ler esse livro, se passa na escola, que envolve namoros e amizas, deu vontade de ler.

  33. Lindas essas capas *-*
    Que muito ler esse livro, todas as resenhas que vi estão cheias de elogios!
    Quero ler logo!

  34. Este livro está super comentado, e eu quero.. estou louca por ele.
    Thriller psicológico é comigo mesmo.. quero muitooooo!!

    @Kari_Couto
    [email protected]

  35. O nome em si do livro já chama a atenção,dando a entender que não é mais um roteirozinho escrito apenas para o público adolescente,quando se começa a ler a resenha já temos interesse em adquirir o livro e só parar de ler quando o mesmo acabar,prendendo nossa respiração e fazendo suar com o que vem a seguir.

  36. Esse livro parece super intrigante.
    A capa parece ser assustadora, mas gostei muito dela. Espero ler em breve.
    Eu achava que era uma romancinho bobo, mas pelo visto é totalmente diferente.

    1. PS: As capas me dão muito medo.

  37. This really is sensible information! Exactly where else will if ind out far more?? Who runs this joint too? sustain the very good function

  38. QGTI4IDK QGTI4IDK QGTI4IDK 438661 QGTI4IDK

  39. Adorei a resenha!!! Deve ser bem legal esse livro 🙂

  40. Esse livro deve ser muito bom mesmo, vou compra-lo e lê-lo o mais rapido possivel'

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.