Resenha: Belleville, Felipe Colbert 3
Resenhas

Resenha: Belleville, Felipe Colbert

Seria possível viajar no tempo até a pessoa que você ama?

Felipe Colbert é um autor que foi recomendado muito por amigos próximos, que sempre me falavam de seu estilo narrativo e construção da história. Depois de adquirir esse livro, entendo o porque de falarem tanto dele. Felipe é muito hábil em suas narrativas. Belleville é uma história que passa de mão em mão entre dois jovens: Lucius e Anabelle. Duas almas perdidas que acabam se encontrando por um erro (talvez acerto?) do destino, só que com cinquenta anos de diferença. O terreno que, antes pertencia ao pai dela, o único caminho que o tempo e o espaço deixou para eles.

A história é bem focada no romance dos dois, deixando o resto da vida de Lucius em Campos dos Jordão de lado. Ele só consegue pensar em Anabelle, falar dela e mover todo o seu esforço em direção aos sonhos dela, mesmo se isso signifique dar adeus ao seu. Acho que é isso que é estar apaixonado.

Eu gostei muito dos dois protagonistas. Cada um parecia acrescentar algo a trama: Lucius (que me lembrou um Colin de O Teorema Katherine, só que bem mais determinado e sonhador) com seu desejo de trazer o sonho de sua amada a vida e Anabelle que precisava de um herói

O livro foi bem gostoso de se ler, mas senti que foi muito rápido. Acho que até sei o motivo disso. O desejo do autor de focar tanto nos dois, acabou afastando qualquer um de se aproximar. Eu senti falta de coadjuvantes importantes, afinal, ás vezes são os personagens secundários que dão aquele gostinho a trama. O que seria Beautiful Creaures sem Link? Ou Teen Wolf sem Stiles? Claro que tivemos o professor Miranda, mas acho que deixar Lucius explorar mais a cidade e afetar mais a vida das pessoas por lá, deixaria as coisas mais interessantes e não faria a trama passar tão rápido.

Foi só quando o mistério de Anabelle ganhou vida que a trama me pegou de vez, e não sei se foi porque não curto muito romances ou pela falta de outros elementos na trama; de personagens realmente relevantes indo ajudar Lucius e nos deixar sorridentes com suas histórias se cruzando a Belleville. O garoto parecia muito um ermitão. 

De qualquer forma, eu gostei muito do que o autor me mostrou e quero continuar acompanhando suas obras. Acho que posso me surpreender muito ainda.

 

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: Belleville, Felipe Colbert 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

Leave a reply