Resenha: Carrie, A Estranha, Stephen King 3
Resenhas

Resenha: Carrie, A Estranha, Stephen King

O primeiro livro publicado do mestre do terror

Carrie, A Estranha foi o primeiro livro de Stephen King que li. Não que não tenha tentado ler o mestre do terror antes, mas na época não consegui ir adiante. Talvez eu fosse jovem demais e me faltava maturidade para suas histórias, mas dez anos depois resolvi dar outra chance ao autor. Fui atrás do livro que colocou seu nome no mapa e tenho que dizer: que livro fantástico!

Eu me vi preso do começo ao fim com a personagem Carrie White e toda a tenção que o autor vai criando, te dando pequenas pistas de que algo horrível vai acontecer. A narrativa de Stephen é densa, te atingi aonde deve, e te coloca cara a cara com esse universo obscuro e, ao mesmo tempo, realista que criou.

Se pensar bem, a história de Carrie não é muito complicada, mas às vezes as coisas mais cruéis da natureza humana podem ser bem simples. O autor já falou em entrevista que gosta de escrever sobre pessoas normais em situações extraordinárias, mas o extraordinário nem sempre é bom, ainda mais quando se tem um autor que sabe retratar muito bem o ser humano.

No final, Carrie, A Estranha, me fez querer ler loucamente outros livros de Stephen King.

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: Carrie, A Estranha, Stephen King 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.