Resenha: Deixe a Neve Cair, dos autores John Green, Lauren Myracle e Maureen Johnson

Deixe-a-Neve-Cair

 


 

Título: Deixe a Neve Cair



Autor: John Green, Lauren Myracle e Maureen Johnson

Editora: Rocco

Número de páginas: 355

Classificação: 4/5 estrelas

 

 

 

 

 

 

Na noite de Natal, uma tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio para encontros românticos. Em “Deixe a Neve Cair”, bem sucedida parceria entre três autores de grande sucesso entre os jovens, John Green, Lauren Myracle e Maureen Johnson escrevem três hilários e encantadores contos de amor, com direito a surpreendentes armadilhas do destino e beijos de tirar o fôlego. E provam que o amor verdadeiro pode acontecer quando e onde menos se espera.

***

Resolvi fazer essa resenha de um jeito diferente, já que Deixe a Neve Cair não um livro qualquer. Ele é extremamente divertido e a escrita dos três autores resultaram em uma história quase perfeita (se não fosse o conto do John Green).

O Expresso Jubileu de Maureen Johnson foi eleito o conto favorito. A escrita de Maureen é ótima, e a forma como ela construiu/desenvolveu os personagens em tão pouco tempo foi fantástica, vou procurar mais livros da autora pois gostei do trabalho dela. O conto de Lauren Myracle foi bem OK, e se adequou bem a história. Já o conto do John Green me decepcionou, pois fui com as expectativas nas alturas e quando me dei por conta, o conto escrito pelo autor de “A Culpa é das Estrelas” era o pior do livro.  Um ponto interessante é que os três contos se ligam de alguma forma, então o indicado é ler na ordem (e não começar pelo conto do JG kkk).

Deixe a Neve Cair é um livro perfeito para passar aquele tarde debaixo das cobertas e curtir uma boa leitura. É um livro que fala sobre paixões adolescentes, destino e amizade. Já falei que o conto da Maureen Johnson é ótimo? 😉

Escala especial dos três contos em gif’s:

O expresso Jubileu

Random-Adventure-Time-gifs-adventure-time-with-finn-and-jake-32628267-500-282

O Milagre da torcida de natal

bored_large

O santo padroeiro dos porcos

tumblr_mm1ca3zC5M1sp7crao1_500

Quote favorito:

Sei que Jubileu é meio que um nome de stripper. Você provavelmente acha que eu recebi o chamado do pole. Mas não. Se me visse, perceberia rapidinho que não sou uma stripper (eu acho). (…) Jogo hóquei sobre a grama, o qual não requer a graça do rebolado e do corpo besuntado em óleo, que é a marca registrada de uma stripper. (Não tenho nada contra strippers, caso alguma esteja lendo isto. Simplesmente não sou uma. Minha maior preocupação, no que diz respeito ao striptease, é o látex. Acho que látex deve fazer mal à pele porque não a deixa respirar.)

Leia Mais
White Stairway. Architectural marvel!