Título: Devoted (Devoção) – Elixir, vol. 2

Autor: Hilary Duff

Editora: Editora iD 

Páginas: 317

Publicado em: 2012

Resenha por: Guilherme Cepeda
No primeiro volume da série, Elixir, Clea Raymond encontrou sua alma gêmea: Sage, um rapaz misterioso e muito bonito. Ela descobre que eles se amam há muitas vidas, mas em cada uma delas, a paixão dos dois acaba terminando de maneira trágica.
Clea quer, mais do que tudo, que a história não se repita novamente. Ela deseja viver esse amor. Mas há pessoas que querem destruir Sage e roubar o Elixir que o torna imortal. E conseguem chegar bem perto…
Sage foi sequestrado e Clea não vai sossegar até reencontrá-lo. Ela sabe que ele está bem, pode sentir. Com a ajuda de Ben, seu grande amigo, a moça sai em busca de Sage e os dois têm de se aliar à Vingança Maldita, antigos inimigos, para tentar chegar até onde ele está.
Será que essa é mesmo a coisa certa a fazer? Ou será que Clea está apenas selando novamente seu destino trágico?

Confesso que fiquei decepcionado com Devoted. Esperava mais da Hilary Duff e mesmo sendo fã dela o livro deixou muito a desejar. Fiquei frustrado quando terminei, com o sentimento de que faltava algo, talvez não fosse o momento para o livro, mas como parte da análise crítica dei 3 estrelas, pela tentativa da autora de desenvolver uma trama convincente, acredito que ela tenha guardado o melhor pra o 3° livro, mas vamos a resenha.

Devoted é a sequência do livro Elixir. Quando eu li o primeiro volume da série, fiquei empolgado e surpreso com a novo ramo que a atriz estava tomando e resolvi arriscar na continuação. Durante a leitura, senti que a autora se atrapalhou com a inserção de novos personagens na série, que acabaram tirando o foco do romance principal, por mais que os novos personagens de “Devoted” sejam interessantes, até mais do que própria personagem principal.

A escrita não evoluiu junto com a série. Apesar de Hilary ser descritiva em suas criações, mostrando ao leitor exatamente o que se passa na cena do livro ela perde pontos no vocabulário simples e despreocupado, passando a ideia de que não se empenhou realmente para contar sua história ao mundo. A tradução não está ruim, somente alguns erros de revisão que passaram desapercebidos pela editora que me incomodaram um pouco, como por exemplo em determinado momento do livro o nome do personagem “Ben” é trocado por “Bem” e por ai vai.
 
A narrativa do livro flue bem, mas em questão de detalhes e riqueza a trama é quase nula. Parece que a autora não sabia como desenvolver a trama, deixando o livro sem um climax, aquele momento que você para e volta para ler a mesma página 5 vezes para absorver. Retiro meu comentário que eu fiz na resenha de Elixir, definitivamente ele não vale para Devoted: (Se você ainda está pensando “nossa, não vou ler um livro da Hilary Duff” não sabe o que está perdendo.”).
 
A missão de um blogueiro literário é fazer uma crítica justa e coerente ao que leu. Independente se você gosta da autora ou se você recebeu o livro de uma editora parceira, a sinceridade sempre tem que prevalecer.
 
Esperava que o livro seguisse a mesma linha de Elixir, se concentrando no relacionamento de Clea e Sage, mas a autora se perdeu durante a narrativa e acabou que Devoted foi um misto de frustração, desespero e esperança de que a autora Hilary Duff salve a série no terceiro e último livro da série, True com lançamento previsto para 16 de abril de 2013.

Deixe sua opinião aqui :)