Resenha: Emperor of Thorns, Mark Lawrence 6
Resenhas

Resenha: Emperor of Thorns, Mark Lawrence

Um final perfeito para uma trilogia perfeita

Acho que meio é difícil não me empolgar falando da Trilogia dos Espinhos de Mark Lawrence. Esses livros nos mostram um mundo tão bem construído e personagens tão surpreendentes e bem desenvolvidos, tudo isso através dos olhos de Jorg Ancrath. O rei sádico das Terras Altas de Renar que se transformou mais do que uma simples peça no jogo Centenário.

Em Emperor of Thorns mais uma vez somos divididos entre o passado e o presente, com Jorg indo para o coração do Império, pronto para tomar a coroa. Enquanto as forças do Rei Morto avançam na mesma direção, cinco anos atrás, Jorg decidiu seguir o concelho do Príncipe de Arrow e conhecer mais dos reinos que quer tanto conquistar.

Resenha: Emperor of Thorns, Mark Lawrence 7

Eu geralmente sempre prefiro o presente ao passado, como foi bem o caso King of Thorns. Quer dizer a história principal fica mais nos dias atuais de Jorg e, como uma pessoa ansiosa, quero me jogar direto lá e deixar o resto de lado. Aqui eu meio que fiquei dividido. Com o passado mostrando mais das intenções dos Construtores e o presente o fim dos tempos chegando nas mãos dos mortos, bem, só posso dizer que estava me agarrando aqueles momentos com muita angustia. Como seria o final de uma trilogia cruel e sádica? A medida que perguntas eram respondias e revelações aterrorizantes vinham eu sabia que não podia ser feliz.   

Mark com certeza é um dos nomes mais fortes da literatura fantástica. Ele melhora a cada livro e não desaponta em nenhum momento seus leitores, mesmo quando eu achei que seriam poucas páginas para dar um bom final a trilogia e que não teríamos uma grande batalha final.

Não tivemos uma guerra. Isso é fato. Mark preferiu terminar as coisas de um jeito mais pessoal e eu adorei o resultado. Esse mundo que ele criou poderia ser tão bem explorado pela HBO ou a Netflix. É com tristeza que damos adeus a jornada de Jorg pelo Império Quebrado. Se bem que não é bem um adeus já que temos alguns spin-offs.

Mas em relação a essa trilogia. Ela foi fechada com chave de ouro.

Resenha: Emperor of Thorns, Mark Lawrence 8

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: Emperor of Thorns, Mark Lawrence 9


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.