Resenha: Ender's Game - O Jogo do Exterminador, Orson Scott Card 3
Resenhas

Resenha: Ender’s Game – O Jogo do Exterminador, Orson Scott Card

Uma das maiores obras de ficção científica.

O primeiro volume da saga de Ender Wiggin foi considerado uma obra prima na época em que foi lançado, na década de 80, ganhando prêmios como o Nebula Award e o Hugo Award e criticando o governo. O livro nos conta o crescimento do jovem Ender na Escola de Combate, uma estação espacial que prepara jovens para um confronto iminente contra uma raça alienígena que quase destruiu a terra.

Trabalhando mais elementos humanos do que científicos, Orson Scott Card consegue nos mostrar todo o sofrimento de Ender, num lugar onde poucos mostram amor ou solidariedade, enquanto o transforma no grande líder que a humanidade estava esperando. O livro mostra os anos de evolução do personagem e é difícil não nos apegar a sua dor, as suas dúvidas ou a seu crescimento no meio de todos os outros jovens gênios. Cada um dos personagens são únicos em sua maneira, e de diferentes regiões do mundo, trazendo uma boa dinâmica.

Mas a melhor parte do livro está com a família Wiggin, com Peter e Valentine, irmãos de Ender, ficando mais poderosos na terra com seus alter egos começando a dividir as opinião políticas. É interessante ver como o autor previu a importância que blogs teriam no futuro na formação de opinião pessoais e como as pessoas podem ser facilmente manipuladas através de suas opiniões.

Ender se mostra uma mistura dos seus irmãos, podendo ser cruel e sádico como Peter ou generoso e bondoso como Valentine. Logo vemos que esse foi o principal motivo dele ter sido levado até a escola e o impacto que isso teve na batalha final.

Para mim é um pouco difícil imaginar alguém como Orson conseguindo escrever um livro desse. O Jogo do Exterminador é cheio de compaixão, entendimento e aprendizado. Algo que alguém com o tipo de opinião que ele tem não demonstra ter, mas acho que importante ás vezes saber separar o artista de sua obra. Algo que é um tanto difícil de se fazer. Eu pretendo avaliar aqui apenas o livro em si e não dar minha opinião pessoal sobre o autor. 

O livro lida com questões de certo e errado e sabe nos conduzir por essa montanha russa de emoções até o fim.

Em termos de colocar jovens em situações cruéis para algo muito maior, ele o fez antes de Jogos Vorazes, Maze Runner ou outro Young Adult do gênero.

Confira o trailer da adaptação do livro que foi lançado em 2013:

 [[youtube http://www.youtube.com/watch?v=cXqDvWFwmYU]]

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: Ender's Game - O Jogo do Exterminador, Orson Scott Card 4







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.