Resenha: Entremundos, de Neil Gaiman e Michael Reaves 16

Resenha: Entremundos, de Neil Gaiman e Michael Reaves


entremundos

 



 

Título: Entremundos

Autor (a): Neil Gaiman, Michael Reaves

Número de Páginas: 248

Editora: Rocco

Classificação: 2,5/5 estrelas

 

 

 

 

 

 

Primeiro de uma trilogia de sucesso assinada a quatro mãos por Neil Gaiman e Michael Reaves, leva o leitor a viajar por várias dimensões na companhia de Joey Harker, um garoto comum que, durante um inusitado teste de localização proposto pelo professor de Estudos Sociais, descobre ser um Andador, alguém capaz de deslocar-se de uma dimensão para outra. Enquanto tenta entender onde está e o que significa sua nova condição, Joey percebe que aquele é o começo de uma nova vida e de uma grande aventura em que magia e ciência se unem para garantir a paz em vários mundos.

***

O livro conta a história de Joey Harker e sua missão para salvar o mundo. Sempre fui fã da escrita do Neil Gaiman, mas acho que ele se perdeu nesse livro.

Entremundos foi publicado originalmente em 2007 nos Estados Unidos, e no começo o livro foi pensado como um roteiro para uma série de TV, porém essa transição que durou anos e acabou se perdendo, deixando o livro confuso e entediante em algumas partes.

Considero o Gaiman um gênio, e acredito que a grande questão desse livro é a forma como ele foi construído, pois não consegui me conectar com os personagens e acabava me perdendo na narrativa frequentemente.

A ideia dos autores de criar várias dimensões e um personagem que podia “caminhar entre elas”, e ao mesmo tempo encontrar suas outras versões que habitavam cada uma das dimensões é interessante e poderia ter dado um UP  no livro.

O segundo livro da série “The silver dream” foi lançado em 2013 nos Estados Unidos, e conhecendo o trabalho de Gaiman acredito que ele consiga concertar os erros do primeiro livro e trazer uma obra digna para fechar com chave de ouro o último livro da trilogia (ainda sem data de lançamento prevista).

Recomendo o livro para os leitores que gostam da escrita do Neil Gaiman com um plus do Michael Reaves, e também para aqueles que gostam de livros que seguem bem o ritmo de roteiros de cinema.

Resenha escrita por Guilherme Cepeda – Burn Book ©


Resenha: Entremundos, de Neil Gaiman e Michael Reaves 17

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Resenha: Entremundos, de Neil Gaiman e Michael Reaves 27
Aos 100 anos, Orlando Drummond lança biografia e atrai fãs no Rio