Feios
Editora: Galera
Ano: 2010
Páginas: 415
ISBN: 9788501083708
Tradução: Rodrigo Chia

 

 

 

 

 

Tally está prestes a completar 16 anos, e ela mal pode esperar. Não por sua carteira de motorista – mas para se tornar bonita. No mundo de Tally, seu aniversário de 16 anos traz uma operação que torna você de uma horripilante pessoa feia para uma maravilhosa pessoa linda e te leva para um paraíso de alta tecnologia onde seu único trabalho é se divertir muito. Em apenas algumas semanas Tally estará lá.

Mas a nova amiga de Tally, Shay, não tem certeza se ela quer ser bonita. Ela prefere arriscar sua vida do lado de fora. Quando ela foge, Tally aprende sobre um lado totalmente novo do mundo dos bonitos – que não é tão bonito assim. As autoridades oferecem a Tally sua pior escolha: encontrar sua amiga e a entregar, ou nunca se transformar em uma pessoa bonita. A escolha de Tally faz sua vida mudar pra sempre.

Alto, baixo, magro, gordo, loiro, moreno…
Cada um tem uma característica específica, que o difere de todos os outros seres humanos.
Mas como seria viver em um mundo, onde o diferente não é aceito?

'Em um mundo de extrema perfeição, o normal é feio'
 

Tally Youngblood é uma feia. Isso mesmo, Tally e outros iguais a ela, vivem em Vila Feia, um lugar onde todos os habitantes da cidade são levados quando atingem a idade ideal. Idade ideal esta, que precede um marco na vida de qualquer pessoa. Sua transformação física completa, e consequentemente, a mudança total de sua vida aos 16 anos de idade.

Uma cirurgia totalmente bancada pelo governo, tem o dever de fazer com que todos os que nasceram, tornem-se Perfeitos e possam viver entre os demais sem diferenças ou disputas fúteis que impliquem na segregação segundo determinada aparência. Se todos são perfeitos, não existe motivo para brigas. Eles têm o dever apenas de se divertir e curtir a vida, sem nenhum tipo de obrigação com que se preocupar.
 
Esse é o sonho de Tally, que assim como outros, conta os dias para sua transformação. Como outros feios também, Tally tem o costume de burlar regras e se aventurar por áreas proibidas. Em uma dessas aventuras, conhece Shay. Que assim como ela está prestes a se transformar, no entanto uma grande diferença marca o início da amizade das duas. Shay não quer se tornar perfeita.
 
Contrariando todos os padrões, e tudo o que Tally acreditava ser possível, ela acaba descobrindo que há um mundo fora dos muros de Vila Feia e de Nova perfeição. Mas ainda não é capaz de decidir se quer embarcar nessa aventura com sua mais recente amiga, ou se fica e transforma seu sonho em realidade. 
 
Depois de se meter em várias confusões e ter que fazer escolhas importantíssimas, a vida de Tally Yougblood nunca mais será como o previsto.
 
Interessei-me em ler o livro, porque na verdade tive que adquiri-lo para uma das promoções do blog, e achei a história muito inovadora. Toda a ficção na verdade acaba se revelando uma crítica aos modelos atuais, e aos estereótipos que são impostos pela sociedade, e a que somos inconscientemente obrigados a seguir todos os dias. Tudo isso de uma forma leve e natural.
 
Não consigo classificar o livro como drama ou ficção, pois embora ele contenha elementos de ambos os gêneros, nenhum deles é predominante.

Ok,eles vivem centenas de anos depois da nossa atual geração, mas mesmo assim, as situações não chegam a ser absurdas ou inimagináveis. E a história não chega a ser dramática, apenas em alguns momentos.

 
Quanto às personagens, Tally acaba se revelando a típica protagonista corajosa, que não tem medo de agir, e faz tudo sempre em busca de um objetivo maior.
 

A série é uma sextalogia, e já possui duas continuações publicadas. 'Perfeitos' e 'Especiais'.

 

 
                                                                                                  

 

 

 

 

Deixe sua opinião aqui :)