Resenha: Insônia, de J.R. Johansson

Até os sonhos mais sublimes podem despertar os instintos mais sombrios.

Sabe aquele livro que você não espera muito e acaba sendo uma grande surpresa? Foi exatamente o que eu senti quando li o primeiro volume da trilogia de J.R. Johansson. Eu sempre gostei de histórias que explorassem o mundo dos sonhos, mas essa teve algo amais nesse livro. Nunca esse mundo foi explorado de um jeito tão único para mim.

Parker está há quatro anos sem dormir, e ele começa a suspeitar que isso o está matando. Toda noite ele vê os sonhos da última pessoa que ele olhou nos olhos. Quando uma garota misteriosa surge, Parker finalmente encontra a paz que tanto ansiou em seus sonhos. O que ele não poderia esperar que ela trouxesse seu lado mais obscuro átona.



Eu fui capturado página por página. Parker é o tipo de protagonista que você não consegue parar de seguir, a narrativa que a autora criou para ele me trouxe a sensação de mergulhar num rio e de ser arrastado suavemente pela correnteza. Foi tão gostoso. Johansson nos conduziu com perfeição numa trama cheia cheia de mistérios. Esse é o tipo de yound adult thriller que os autores deviam estar fazendo mais. 

Mia é a garota que pode salva-lo e, por algum motivo, atrai seu lado mais sombrio. A garota começa a ficar com medo dele e a ser perseguida em seus sonhos. As partes de Mia com Parker são as melhores. Tem o tipo de dose de terror, afeto e desenvolvimento que eu adoro. O problema é que outra garota está no seu coração. Addie, a irmã de seu melhor amigo, é a garota que ele não consegue tirar da cabeça e é difícil negar a atração dos dois.

As partes dos dois eram as mais chatas para mim. Não acrescentavam nada e fugiam de todo o mistério e respostas que eu estava louco para ter. Se pudesse, tiraria Addie da história e deixava só Parker e Mia.

Mesmo com isso, eu estou louco para mais de Insônia. Esse foi um dos grandes acertos do ano.

007

Capa
75
Enredo
80
Narrativa
75
Personagens
75
Nota dos Leitores:2 Votes
93
76

Leia Mais
Margot Robbie fala um pouco de sua personagem Arlequina