Livro: Interligados – Aden Stone e a Batalha Contra as Sombras 

Série: Interligados
Autora: Gena Showalter
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 447

 

 

 

 

 

Aden Stone é um jovem incomum. Se não bastassem seus problemas do dia a dia, ele convive com quatro almas humanas presas dentro de sua cabeça. Cada uma com um talento: Julian ressuscita os mortos, Elijah prevê o futuro, Eva pode viajar no tempo, e Caleb tem o dom de tomar para si o corpo de outra pessoa.

Atormentado constantemente por essas almas, Aden passou sua infância e começo da adolescência sendo tratado como um louco. Vivendo em diversos hospitais psiquiátricos e até em um reformatório. 

Porém, certo dia tudo começa a mudar em sua vida. As vozes se calam em sua cabeça. O motivo? A presença de uma garota que tem um dom especial, capaz de neutralizar seus poderes quando se aproxima dele. 
Unem-se a eles um lobisomem mutante e uma princesa-vampira em uma aventura alucinante, em que terão que enfrentar seres muito poderosos. 
A batalha entre humanos, vampiros, zumbis e bruxas está somente começando.

Olá Leitores do Burn Book. Recentemente recebi o 2° volume da série interligados, pela parceria com a Editora Universo dos livros. Essa é a resenha do 1° volume de interligados que estava mofando a zions na minha estante, e resolvi ler porque recebi o segundo. Esse é um dos livros que eu me arrependo de ter deixado tanto tempo parado na estante, pois ele é simplesmente sensacional.

Como esse livro era antigo sem ser de parceria, vou fazer uma resenha mais rápida, meio superficial só pra vocês terem uma ideia do que se trata o livro, e para postar a resenha do 2° volume.

Depois dessa sinopse que fala mais do que deveria, praticamente uma onda de spoilers e um resumo de tudo o que acontece no livro, não tenho nem o que falar sobre a história e afins, pois por ela vocês já devem estar mais do que familiarizados com a temática do livro. Por este motivo vou falar das minhas impressões do livro, desenvolvimento e personagens que Gena Showalter criou.

Um segundo depois, seus olhares se encontraram. Ocorreu uma explosão de sons enquanto o mundo se reduziu, de forma repentina, àqueles olhares – e então, ao vazio. Nenhum movimento. Nenhuma batida dos corações, sequer o ruído dos pulmões se enchendo de ar.Não havia hoje, nem amanhã. Só havia aqui e agora.

(pág. 22)
 
A Narrativa do livro tem um ritmo corrido o que torna a leitura leve e você nem percebe quando chega no fim do livro. Fazia tempo que eu não pegava um livro que me deixava tão empolgado assim, posso comparar facilmente Interligados com o “ritmo” de A Pirâmide Vermelha. Outro fator importante, é o revezamento entre Aden e Mary Ann para narrar os capítulos, assim podemos ver a historia de vários ângulos e pontos de vista diferentes, o que ajuda o leitor a mergulhar literalmente em Interligados.

Aden Stone sempre foi tratado com louco, foi diagnosticado com esquizofrenia e expulso de várias escolas e internatos até acabar no rancho D&M o centro de reabilitação para adolescentes “rebeldes” no qual vivia agora. Aden é mal compreendido, pois o que os outros não sabem (alguns sabem, mas não acreditam nele) é que ele tem 4 almas aprisionadas em sua cabeça, que dão conselhos e as vezes obrigam ele a conversar com elas. Esse foi um dos motivos para ele ser diagnosticado com esquizofrenia e sempre ser o “excluído” em tudo. Ele nunca teve um amigo de verdade, até conhecer Mary Ann.

Vocês podem estar pensando que por Aden ter conhecido Mary Ann vai ser mais um clichê onde o Bad Boy se apaixona pela mocinha, mas a história deles está ligada a muitos segredos do passado. Mary Ann é uma garota muito inteligente, tem seus planos traçados para os próximos 15 anos, escola, trabalho, faculdade e por ai vai, mas tudo isso muda quando ela conhece Aden, e sua vida muda totalmente.

Uma coisa que me incomodou um pouco em Interligados foi a inserção de muitos seres místicos de uma vez. No decorrer da história somos apresentados a Vampiros, Lobisomens, Fadas, Elfos, Bruxas e até Duendes carnívoros, mas nada que atrapalhe a leitura, com o tempo o leitor se acostuma com todas essas “entidades” místicas e começa a entender o porque da união de todos eles na historia.

O Final de interligados é intrigante, e pra variar faz você ir correndo até a livraria mais próxima para buscar o 2° volume da série (Sorte que eu recebi o 2° volume pela parceria com a Universo dos Livros, porque se não estaria em desespero pelo outro livro). Super recomendo interligados para quem quer fugir dos clichês que tem lançado atualmente, pois é uma leitura um tanto quanto diferente e que vai agradar todos os tipos de leitores (pelo menos não vi ninguém falando mal desse livro ainda, mas ok).

– Intertwined Series
1 – Interligados
2 – Unraveled
3 – Retorcido (previsto para setembro de 2011)* 

– Outras Capas
 
Enquanto eu não posto a resenha, leia a sinopse do segundo volume de Interligados.

 

 
  Capa Nacional                         Capa Internacional
Resenha pode conter SPOILERS 
 

Desde que chegou a Crossroads, Oklahoma, o ex-pária Aden Stone tem vivido uma boa vida. Não importando que um de seus melhores amigos é um lobisomem, sua namorada é uma princesa vampira que tem fome de seu sangue, e ele deve ser coroado o Vampiro Rei – quando ainda é humano. Bem, mais ou menos. Com quatro – opa, três agora – almas humanas que vivem no interior de sua cabeça, Aden sempre foi "diferente" a si mesmo. Estas almas podem viajar no tempo, ressuscitar os mortos, possuir a mente de outra pessoa e, sua favorita, pelo menos nestes dias, dizer o futuro. A previsão para Aden? Uma faca no coração. Porque uma guerra está se formando entre as criaturas do escuro, e Aden está de alguma forma no centro de tudo. Mas ele não vai apenas deitar e aceitar seu destino sem uma luta. Não quando seus novos amigos têm suas costas, quando Victoria arriscou seu futuro para estar com ele, não quando ele tem uma razão para viver pela primeira vez em sua vida…

 
 
 
 
 

 

Deixe sua opinião aqui :)