Resenha: Kindred - Laços de Sangue, Octavia E. Butler 5
Resenhas

Resenha: Kindred – Laços de Sangue, Octavia E. Butler

Uma história impossível de se deixar de lado

Kindred – Laços de Sangue, se já não é um clássico, está caminhando para se tornar um da literatura afro-americana. Octavia E. Butler encontrou na ficção-cientifica um modo de nos contar sobre os laços de sangue que nos une e das escolhas que fazemos, ao contar sobre uma mulher negra que viaja no tempo até a época da escravidão e tem sua vida ligada a um jovem senhor de escravos.

Realmente esse é um livro que vai fazer muitos pensarem. A narrativa de Octavia é perfeita para contar essa história, além de ser leve e fluída, você acaba se vendo preso naquela época tão conturbada, mesmo que, pensando bem, não faz tanto tempo assim que o mundo a viveu. Algumas vezes até parei para pensar como ainda vivemos um preconceito de uma maneira tão natural, que simplesmente faz parte do nosso dia a dia.

Dana, nossa heroína, sabe muito bem disso e nos traz esses dilemas à medida que continua presa na casa dos Welyin, uma família que me trouxe uma série de emoções. A relação de Dana e Rufes, o herdeiro branco da casa, é sem dúvida o ponto alto do livro. É meio difícil classificar a relação desses dois em uma única palavra, só posso dizer que esse é o tipo de história que muitos deveriam estar lendo. Não é pesada e pode te fazer pensar muito, mesmo não sendo perfeita.

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: Kindred - Laços de Sangue, Octavia E. Butler 6


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.