Resenha: O Apanhador No Campo de Centeio, J. D. Salinger 4
Resenhas

Resenha: O Apanhador No Campo de Centeio, J. D. Salinger

Um clássico da literatura americana que inspirou muitos autores que você gosta

Se você nunca leu O Apanhador No Campo de Centeio de J. D. Salinger, com certeza já deve ter ouvido alguma coisa a seu respeito ou pelo menos não achou o título tão estranho assim. Esse livro é leitura obrigatória nas escolas americanas do mesmo modo que Dom Casmurro é na nossa. A jornada de Holden Caulfield na época de natal inspirou muitos autores contemporâneos de sucesso como John Green e eu posso ver isso na narrativa despretensiosa e pessoal de Salinger.

Na história somos introduzidos a um jovem revoltado, Holden, que acabou de ser expulso de mais um internato e como ele aditou seu retorno para casa numa jornada em que vamos conhecendo mais de seu passado e seu ódio pelas regras dos adultos. 

Primeiramente eu tenho que elogiar Salinger pela narrativa e construção de um personagem que todos nós podemos nos identificar num momento da vida. No começo eu achei Holden revoltado e chato demais, mas logo você começa a entender todo esse rancor que ele sente pelo mundo, porque toda essa revolta juvenil é algo que marca a adolescência de muitos. Podemos até não entender tão bem o mundo quanto achamos, mas esse sentimento de revolta é o nosso primeiro contato de verdade com o mundo dos adultos e o autor colocou isso de uma maneira incrível. Eu consigo entender perfeitamente porque esse livro marcou uma geração de jovens e influenciou tantos autores.

No final, O Apanhador No Campo de Centeio é um daqueles clássicos que não vai envelhecer, porque ele continua lidando com dilemas ainda muito presentes na sociedade e que parecem que nunca vão sumir. Ele marca perfeitamente um momento da vida de muitos e eu acho que todos deviam ler essa história uma vez na vida.

Resenha: O Apanhador No Campo de Centeio, J. D. Salinger 5

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: O Apanhador No Campo de Centeio, J. D. Salinger 6


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.