Resenha: O Doador de Memórias, Lois Lowry 3
Resenhas

Resenha: O Doador de Memórias, Lois Lowry

Um dos livros mais tocantes e sinceros que encontrei no mundo dos Young Adults.

Sabe aquele livro que você encontra e não espera que vai mexer tanto assim com você? Livros como As Vantagens de Ser Invisível, Quem é Você, Alasca? e até O Jogo do Exterminador mexeram com uma geração inteira e O Doador de Memórias está entre eles.

A história de Jonas, um garoto que vive numa comunidade perfeita, onde todos sabem seu devido lugar, e que começa a questionar tudo que foi ensinado quando é escolhido para carregar as memórias do passado. Realmente conhecimento é liberdade e nessa história isso fica mais do que evidente. Com uma narrativa bem leve e tocante, a autora americana Lois Lowry nos leva por uma jornada profunda, questionando temas como amor, amizade e sobrevivência. 

Jonas é um jovem com grande coração e o modo como ele começa a descobrir a verdade por tás de seu mundo “perfeito” ao lado do Doador flui de uma maneira tão natural, ao mesmo tempo que carrega uma grande carga emocional, que você pode devorar o livro em apenas um dia.

Consigo entender porque esse livro é recomendado nas escolas americanas, é um bom modo de fazer jovens leitores entrarem no mundo da literatura e começarem a questionar certos temas. Bons autores são aqueles que nos fazem questionar um pouco o nosso cotidiano. John Green também é um escritor que gosta de falar de coisas importantes de um jeito mais leve para que um publico mais jovem possa começar a entender e aprender, e eu vejo O Doador de Memórias sendo lido por gerações a vir.

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: O Doador de Memórias, Lois Lowry 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

Leave a reply