Resenha: O Livro do Cemitério, Neil Gaiman 4
Resenhas

Resenha: O Livro do Cemitério, Neil Gaiman

E se você fosse criado num cemitério cheio de fantasmas?

Cada vez que leio um livro de Neil Gaiman eu entendo porque muitos o consideram o mestre da fantasia. O Livro do Cemitério mostra como Neil pode ser extremamente criativo, nos dando um Mogli – O Menino Lobo só que com fantasmas, assombrações e cemitérios.

É nesse cenário que vemos Ninguém Owens, ou Nin, crescendo no meio de mortos-vivos caricatos, depois que sua família é misteriosamente assassinada por uma figura conhecida apenas como Jack. Com ilustrações incríveis de Dave McKean, Neil nos conta uma história incrível sobre os dilemas de crescer, no meio de uma família bem inusitada, e como temos que deixar certas coisas para trás. 

Esse é o tipo de livro que pode divertir todas as idades, mas isso já é uma característica desse escritor, que possui uma mente que eu gostaria de me aventurar pessoalmente – se isso fosse possível.

Posso dizer que consigo ver O Livro do Cemitério sendo muito lido ao longo dos anos

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: O Livro do Cemitério, Neil Gaiman 5


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.