Um final mais do que satisfatório para os fãs

O Mago de Batalha finaliza a trilogia Conjurador de Taran Matharu, talvez uma das séries de livros infanto-juvenil mais envolvente do momento. É difícil não olhar para esses livros e não ficar encantado com a construção de mundo, e como o autor se inspirou de coração e alma no que fez Harry Potter e Pokémon encantar tantos. A jornada de Fletcher e Ignácio teve muitos momentos de pura emoção que nos fez amar cada vez mais esses heróis. Existe muito amor na escrita de Taran e acredito que ele criará muitas histórias que vão ser abraçadas por uma geração de leitores

No terceiro livro a ação corre solta com nossos heróis presos no éter, um mundo cheio de demônios selvagens, onde nenhum humano já conseguiu sobreviver. A medida que são caçados pelo orc albino Khan, Fletcher e sua salamandra se vêm diante de um poder que pode mudar tudo.

Não posso negar como esse livro soube trabalhar as cenas de ação num ritmo bem melhor que seus antecessores. Aqueles que reclamaram que faltava cenas de tirar o folego na trilogia de Taran, vão ficar impressionados com as batalhas no éter, na linha de frente e com as lutas aéreas. Eu mesmo senti que estava voando contra os orcs em determinado momento.

Infelizmente, mesmo gostando do livro e achando que foi um final digno, O Mago de Batalha acaba sendo o mais fraco da trilogia. Mesmo sendo o maior livro da série, senti que do meio para o final tudo acabou ficando corrido demais, deixando que arcos importantes fossem resolvido rápido demais e não tivessem aquele impacto desejado. Sabe quando a história apenas te diz o que aconteceu ao invés de mostrar? Foi bem isso que senti em determinados momentos.

Tudo seria resolvido se o autor tivesse decidido dividir seu último livro em dois. Era coisa demais para um livro só resolver. No entanto, como disse antes, foi um final mais do que digno, que abriu porta para novas histórias, já que muita coisa ficou no ar. 


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «
Resenha: O Mago de Batalha, Taran Matharu
83%Pontuação geral
Capa 90%
Enredo 75%
Narrativa 85%
Personagens 80%
Votação do leitor 0 Votos
0%

Deixe sua opinião aqui :)

Sem mais artigos