Um retrato genuíno e autêntico da juventude

Muitos devem conhecer O Maravilhoso Agora pelo filme estrelado por Miles Teller e Shailene Woodley que chegou aos cinemas em 2013 e não demorou muito para chamar a atenção de muitos na Netflix, mas o livro é até mais viciante do que o filme.

Tim Tharp mostra como consegue conduzir uma ótima narrativa e uma história que mostra de maneira honesta como a vida muda constantemente, principalmente quando começamos a vida adulta. Esse tipo de história já foi contada de diversas maneiras, mas tem algo diferente na visão do protagonista Sutter Keely. Ele é um garoto que quer viver o agora e não quer pensar no futuro. Quer dizer, para que pensar no que vai acontecer daqui dez anos se podemos viver o momento? Em certas ocasiões você vai se identificar com a filosofia de Sutter. Você também vai odiá-lo e se envolver pelo modo que nada é para sempre se torna concreto.

Eu adoro livros assim que não tem tentam romantizar a adolescência como se fosse um conto de fadas. Não que isso não seja bom de vez em quando, mas também é bom poder nos relacionar 100% com esse período onde começamos a descobrir quem somos e os caminhos que seguiremos. 


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

No final, O Maravilhoso Agora é um dos melhores livros sobre jovens e o mundo. Eu sei que esse livro não é para todos, mas quem lhe der uma chance pode se surpreender muito. Eu só queria que a versão brasileira tivesse uma capa diferente. Ela fez parecer que se trata de um romance e, embora o relacionamento de Sutter e Aimee Finecky seja importante, essa não é uma história de amor. É muito mais.


Resenha: O Maravilhoso Agora, Tim Tharp
84%Overall Score
Capa 70%
Narrativa 85%
Enredo 90%
Personagens 90%
Reader Rating 0 Votes
0%

Deixe sua opinião aqui :)

No more articles