Resenha: O Teorema Katherine, John Green 3
Resenhas

Resenha: O Teorema Katherine, John Green

19 Katherines até agora.

Sou do tipo de pessoa que leria qualquer coisa que o John Green escrevesse. A Culpa é das Estrelas, Cidades de Papel e, principalmente, Quem é Você, Alasca? Foram livros que mexeram comigo e me fizeram ficar deitado, refletindo sobre coisas que eu nunca pensei antes. Isso que mais amo no John. Ele consegue dizer coisas importantes de um jeito tão simples e divertido que é como se estivesse na nossa cara o tempo todo, é que nunca tivemos tempo para ver.

Infelizmente, O Teorema Katherine não é seu melhor trabalho. Não me entendam mal. Não estou dizendo que o liro é ruim, só que não é tão bom quanto os outros trabalhos do autor. O livro foi para mim uma montanha russa. Numa hora começou bem, depois ficou chato, depois ficou legal, ai chato de novo, então começou a ficar legal lentamente até eu não conseguir parar de ler.

A história conta sobre o prodígio, de dezessete anos, Colin, que acabou de levar um fora da decima nona Katherine que já namorou. O garoto tem o dom de só se interessar por garota que se chamem Katherines. Para tentar animar o amigo, Hassan, sugeri uma viagem de carro, onde os garotos vão parar numa cidade pequena no fim do mundo. É lá que Colin tem a ideia de criar um teorema que envolve todas as suas ex, para prever o relacionamento de qualquer casal.

O livro tem uma boa quantidade de matemática, algo que eu não gosto muito, mas você não precisa apreciar os números para entender o que está acontecendo. John deixa mais seu humor e leva em consideração o modo de Colin ver a vida para desenvolver o Teorema e toda a história. O garoto é um prodígio que, até agora, não fez nada de importante. Em alguns momentos da história ele é um chato que não sabe como lidar com as pessoas. Ele só tem um amigo, Hassan, e é apegado demais as suas ex.

Lindsey é a garota do interior que causa uma mudança nele. Acho que o certo é dizer que os dois mudaram um ao outro. Essa viagem mudou os três protagonistas e fez Colin ver o mundo fora de seu mundinho de Katherines que terminaram, ou vão terminar, com ele.

Talvez o livro não agrade todos os fãs de Green, demorou um pouco para eu conseguir entrar na história, mas depois de um tempo você se vê pega naquele tipo de história que apenas John Green poderia ter feito.

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: O Teorema Katherine, John Green 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

Leave a reply