Olá, leitores do Burn Book. Não é de hoje que vocês sabem que sou viciado nos livros do Scott Westerfeld, e dessa vez resolvi fazer uma resenha especial da série Vampiros de Nova York. Confira a resenha dos livros “Os Primeiros Dias” e “Os Últimos Dias”, publicados pela Editora Galera Record no Brasil.

Resenha por: Guilherme Cepeda

Se você está acostumado com os livros de Scott Westerfeld, já sabe que o autor sempre inova nas temáticas dos seus livros. Dessa vez, o autor escolheu nada mais nada menos que os Vampiros em New York. 

 

Mas os vampiros de Scott Westerfeld são humanos portadores de uma espécie de parasita que os deixa com sintomas e hábitos semelhantes às criaturas da noite. 

A história é narrada por Cal Thompson, um jovem de 19 anos portador do parasita, mas com algumas diferenças, ele é “imune” a boa parte dos sintomas e o parasita modificou seu metabolismo e o transformou em um “mutante” se é que posso assim dizer.

"Esse é o problema em relação aos parasitas: Não dá pra saber quem são a galinha ou o ovo."

Cal trabalha para uma organização secreta que tenta conter a praga caçando os infectados e tentando trata-los para tornar os infectados semelhantes a ele. A narrativa de Scott Westerfeld é cativante e mostra New York habitada por seres noturnos. Não pense que esse é mais um livro sobre vampiros.

Em “Os Primeiros Dias” e “Os Últimos dias” o autor da uma verdadeira aula sobre parasitologia e se concentra na ciência do vampirismo (em sua própria versão) ao invés de focar em um romance adolescente envolvendo protagonistas sobrenaturais. 


Considero os dois livros como uma espécie de livro para jovens-adultos com uma pitada de romance e ficção-cientifica, já que o conceito de vampirismo é algo muito distante de nossa realidade. 
 
 
Um ponto interessante do livro é que Scott Westerfeld alternou os capítulos com introduções a diversos tipos de parasitas reais, suas formas de contagio e prevenções dos mesmos. A sacada do autor mostra que por trás do tema de vampirismo o livro também serve como um guia para alertar os jovens dos perigos do mundo, pois os parasitas estão onde nem imaginamos.
 
Recomendo a série para os leitores fãs de Scott Westerfeld e para aqueles que buscam um livro inteligente com um ritmo de narrativa rápida com doses de humor negro. Não li muitos livros sobre vampiros, mas posso afirmar que o Scott foi revolucionário em “Os Primeiros Dias” e “Os Últimos dias”.

 


Deixe sua opinião aqui :)

Sem mais artigos