Resenha: Princesa Adormecida, de Paula Pimenta

Nunca tinha lido nada da Paula Pimenta, mas sempre ouvia falar sobre suas narrativas apaixonantes e que ela escrevia aqueles livros que você não consegue largar. Porém, minha relação com “Princesa Adormecida” foi um pouco diferente, pois apesar de gostar da narrativa/do jeito que autora escreve, achei o plot geral da história mal desenvolvido e o romance dos protagonistas totalmente artificial.

Não consegui criar vínculo com nenhum dos personagens, e a “vilã” só fez aquela aparição necessária pra dar um alô, e passou a vez para Áurea, que apesar de ter um passado conturbado, não conseguia passar esse “peso” que era narrado no livro para sua voz na narrativa.


Um ponto interessante do livro é que boa parte do romance entre os protagonistas foi desenvolvida através de mensagens de texto, tornando a narrativa mais atual e próxima dos adolescentes de hoje em dia.

Garanta o seu exemplar de Princesa Adormecida pelo link.

Minhas expectativas para esse livro estavam nas alturas, pelo simples fato de ser um releitura de um dos meus contos de fadas favorito, mas a leitura não terminou em “felizes para sempre”.

Fiquei com a impressão de que Princesa Adormecida foi pensado como um conto, que acabou virando livro. Não que isso seja uma coisa ruim, muito pelo contrário, mas no contexto geral não funcionou. Recomendo para os leitores que são fãs da autora, e também para aqueles que buscam um livro que baseado em contos de fadas. 

***

Classificação especial do livro (por gif’s):

1) Quando eu fiquei sabendo do lançamento do livro

9k0eYtJ

2) Durante a leitura

lok-gifs-avatar-the-legend-of-korra-30821424-500-235

3) Quanto eu terminei o livro

tumblr_maioyjcsWN1rdg1n9o1_500

Leia Mais
Branca de Neve – Versão em Live-Action do clássico da Disney pode ter diretor de o espetacular Homem-Aranha!