Eles congelaram os corpos, mas não as almas

Eu me sinto muito atrasado fazendo a resenha de Semente no Gelo de André Vianco, afinal de contas, o autor é umas pérolas da literatura nacional. Ele foi uma inspiração para muitos autores pelo simples fato de que podemos sim escrever fantasia no Brasil, algo que até hoje não é bem visto por boa parte da velha guarda de autores brasileiros.

Então por que só agora decidi dar uma chance para o autor? Isso é algo que me incomoda um pouco, mas acho que na época em que Vianco estava em ascensão os próprios nacionais que eu adquiria tinham uma vibe Percy Jackson ou Harry Potter. Então, talvez eu não estava no momento certo para seus livros, mas acho que esse momento finalmente chegou, porque não consegui colocar a história do detetive Tânio de lado.

Alguns fãs do autor me disseram para ir atrás dos seus principais romances e que Semente no Gelo não é nem de longe sua melhor obra, e eu acredito nisso. O autor demonstra ter bem mais potencial do que o livro deixa escapar e isso fica claro em vários momentos. 

Mesmo assim é um suspense muito gostoso de se ler, com uma escrita que te leva longe sem que você perceba. Saí dessa história querendo mais do mundo que Vianco criou.


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Resenha: Semente no Gelo, André Vianco
75%Pontuação geral
Capa 80%
Enredo 70%
Narrativa 75%
Personagens 75%
Votação do leitor 0 Votos
0%

Deixe sua opinião aqui :)

Sem mais artigos