Resenha: Sonâmbulos: Paranoia, J.R. Johansson 17
Resenhas

Resenha: Sonâmbulos: Paranoia, J.R. Johansson

Essa sequência vai te seguir mesmo nos sonhos mais bizarros, quem sabe você não encontre Parker e Jack lá?

Eu adoro quando as sequências são tão boas assim. Normalmente é sempre o contrário, a segunda parte nunca consegue chegar ao nível da primeira, e nem me faça falar do final que muitas trilogias tiveram. Paranoia, por outro lado, conseguiu ser tão boa quanto Insônia, posso dizer até melhor. Eu mal via o tempo passar enquanto virava aquelas páginas e chegava ao fim. 

Agora vamos além do que esperávamos e vamos descobrir um mundo inteiro daqueles que usam os sonhos como uma extensão de si mesmos, ao lado de Parker, que começa a ver seu lado sombrio voltando a tomar controle. Foi bom voltar a ouvir a sua voz. Sua narrativa é tão gostosa e segue perfeitamente o ritmo da história. Em alguns momentos me lembrou a de Beautiful Creatures, só que Parker não descreve tão bem as roupas femininas quanto Ethan Wate.

Se bem que o relacionando dele com seus amigos me lembrou um pouco o de Ethan com Link, não que eu esteja dizendo que a autora J.R. Johansson copiou Kami Garcia e Margaret Stohl, apenas que Johansson também conseguiu criar relações cativantes.

Os personagens desse livro foram uma das razões de eu ter gostado tanto dessa história. Você se importa com eles e quer saber mais deles a medida que as revelações surgem. Novos monstros aparecem e finalmente descobrimos a verdade sobre o pai de Parker. Mas é o garoto que enfrenta o pior com seu lado sombrio não o deixando em paz e ele voltando a perder todos ao seu redor.

Não imaginei que fosse achar tão fascinante a relação de Parker com seu lado sombrio ou com Jack, mas esse livro conseguiu conduzir tudo muito bem. A batalha final nos mostrou que vai ter muito mais. E depois que terminei percebi que Paranoia podia ser um braço de Insônia, já tudo ocorre de uma maneira tão natural que é quase como se fosse mesmo uma segunda parte de um livro.

Não foi uma história grande e épica, mas sim pequena e cativante. Você acaba querendo um pouco mais desse gostinho.

 

 

 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: Sonâmbulos: Paranoia, J.R. Johansson 18







Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.