Resenha: Terrivel Encanto, de Melissa Marr 11
Resenhas

Resenha: Terrivel Encanto, de Melissa Marr

Resenha: Terrivel Encanto, de Melissa Marr 12
 
 
 
 
 
Terrível Encantado (Wicked Lovely #1)
Autora: Melissa Marr
Editora: Rocco
Número de Páginas: 360
Resenha por: Guilherme Cepeda
Mais informações: Skoob
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A série Wicked Lovely conta a história de um mundo onde as vidas de fadas e humanos se misturam. Aislinn é uma adolescente que pode ver fadas ao seu redor, mas que foi ensinada durante toda sua vida a fingir que não as vê. Ela está lutando para lidar com as fadas quando Keenan, fada Rei do Verão, entra em sua vida e tira sua mortalidade, pedindo-lhe para se tornar a Rainha do Verão e derrotar sua mãe, a Rainha do Inverno. Se ela recusar, O inverno irá tomar conta do mundo e matará todas as fadas e mortais.

Olá leitores do Burn Book. Hoje estou aqui para falar sobre o livro Terrível Encanto, da autora Melissa Marr, lançado pela Editora Rocco aqui no Brasil. 

A jovem Aislinn sempre viveu sobre a proteção de três regras inusitadas, mas bastante simples:

Não encare os seres encantados invisíveis.
Não fale com os seres encantados invisíveis. 
Nunca desperte a atenção deles. 
 

Wicked Lovely é um conto de fadas do século XXI. Aslinn (Ash para os íntimos) tem o dom/maldição da visão, ela pode ver os seres encantados que andam entre nós invisíveis, causando incidentes ou apenas observando as nossas vidas buscando o anonimato.

Ash sempre viveu sobre algumas regras para não se meter com os seres encantados, mas com a chegada de um novo ser encantado na cidade, ela começa a repensar em seus conceitos e se realmente deve temer os seres encantados. O novo ser encantado é Keenan (Rei do Verão) que durante séculos esteve em busca de sua rainha do verão, e acredita que Ash é a escolhida.

– Não faça isso. – A voz dele carregava um pouco de frustração. – Converse comigo.

– E dizer o quê?

Ele a encarou enquanto respondia:

– Diga que confiará em mim. Diga que, finalmente, deixará eu me aproximar de você de verdade.

Ash é uma personagem determinada, ela me irritou um pouco no começo da história, mas com o desenvolvimento do livro entendi que boa parte de suas atitudes foram necessárias e mesmo ela não tendo ideia de onde estava se metendo, de certa forma agiu como o esperado para uma adolescente da idade dela (falou o velho agora, mas ok).

Mas é claro que a vida dos dois não seria tão fácil, estava faltando um “triangulo amoroso”, mas não espere nada muito meloso, digno de felizes para sempre. Ash é apaixonada por Seth (seu melhor amigo), e pelo lado de Keenan tem Donia (a garota do inverno) que governou durante séculos ao lado do rei do verão e não aguenta ver seu amado cortejar outra garota, mesmo que ela seja a única esperança de derrotar a Rainha do Inverno e salvar a corte do verão.

Melissa Marr criou um mundo totalmente novo, com seres encantados e toda uma hierarquia de estações e cortes que só lendo para você entender. A autora usou elementos da cultura celta e adaptou algumas características já conhecidas para criar a trama, uma espécie de jogo pelo poder, com traições, sacrifícios e um grande amor digno de mudar o destino de um povo.

Não tenho como falar muito sobre esse livro sem dar spoilers, qualquer detalhe a mais que eu soltar sobre a trama vai acabar estragando a magia do livro e acaba perdendo a essência da leitura, portanto vou começar a falar sobre alguns elementos mais técnicos.

A diagramação foi muito bem feita, não sei como está a versão em inglês, mas a produção da rocco até que não deixou a desejar. Em relação a tradução encontrei poucos erros de digitação e um ou outro de concordância (tenho meio trauma dos livros da rocco, since Hunger Games que li o 1° em PT e fui correndo comprar os livros em inglês, no way ler por aquela tradução, nada contra, mas é a vida) mas nada que estrague a história e incomode o leitor.

Adoro ser surpreendido positivamente por livros que não tinha a mínima ideia do que esperar, é claro que sabia que estava me aventurando em mais um YA da vida, mas Melissa Marr soube se expressar bem e organizou bem as suas ideias, criando uma trama sombria e fugindo dos padrões de anjos, vampiros, lobisomens, unicórnios, pegasus e afins que estamos acostumados a ver por ai.

Os personagens não me convenceram muito nesse livro, nada muito marcantes, mas o único que chamou a atenção foi Seth, pelo jeito que ele se preocupa com Ash e tudo o que ele estava disposto a passar por sua amada (desnecessário, mas eu tinha que comentar isso). Seth não é um Patch da vida, mas com certeza seu amadurecimento vai agradar a todos nesse livro.

No decorrer do livro da pra perceber que a autora pesquisou sobre a mitologia celta e o mundo dos seres encantados, e mesmo adaptando alguns pontos sua trama ao mundo moderno, não cometeu deslizes como criar vampiros que brilham no sol e por ai vai.

O final do livro é perfeito, digno de levantar e aplaudir o belo trabalho da autora. Já sabia que era uma série, mas tem boatos que serão um total de 8 livros (pode juntar uns 300 reais durante uns 3 anos pra quem quiser completar a coleção em português pela Rocco :X) . Outro ponto interessante é a mudança de tema e ambiente em cada livro, o segundo volume abordará a Côrte Sombria, portanto Aislinn deve voltar no terceiro volume e assim por diante.

Leia o primeiro capítulo do livro aqui.
 

Wicked Lovely vai ser adaptado para os cinemas. Com direção de Mary Harron e roteiro de Caroline Thompson. Os produtores serão Vince Vaughn, Victoria Vaughn e Peter Billingsley.

A série de Marr tem cinco títulos – “Darkest Mercy“, o mais recente, saiu nos EUA em fevereiro.

Book Trailer de Terrível Encanto

– Capas da Série

 
Resenha: Terrivel Encanto, de Melissa Marr 13Resenha: Terrivel Encanto, de Melissa Marr 14Resenha: Terrivel Encanto, de Melissa Marr 15

 

Resenha: Terrivel Encanto, de Melissa Marr 16Resenha: Terrivel Encanto, de Melissa Marr 17

 

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Resenha: Terrivel Encanto, de Melissa Marr 18


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Resenhas

12 Comments

  1. Que bom que a autora procurou sobre a cultura celta ( eu gosto desse assunto). "Seth não é um Patch da vida" eu rir. Acho que vou comprar esse livro. Gosto da editora Rocco ( tenho quase todos os livros da Anne Rice). Espero achar esse livro em um preço acessível :]

    1. Hey Jeniffer
      Da pra perceber que ela pesquisou antes de escrever mesmo, ou já conhecia antes, ai não sei kkkkk
      Patch é Patch neh kkkk
      Ah, eu paguei 23 reais, por ser da Rocco nem foi caro, mas pretendo continuar a comprar a série em inglês mesmo, vai demorar muito pra sair todos os livros aqui no BR.

      Bjs

  2. oi gui, adorei a resenha, quero mto ler esse livro, qs comprei na bienal, mas faltou grana rsrsrs… parabens pela resenha, bjnhos Pri

    Pri e Os Livros

    1. Hey Pri 🙂
      Que bom que você gostou, eu deixei de comprar o Numbers da iD na Bienal e comprei ele (acho que fiz uma boa escolha kkkk)

      Obrigado pelo comentário

      Bjs Bjs

  3. Adorei a resenha Gui, estou ansiosa pra ler essa série, todo mundo fala bem dela, e é claro que vou comprar em inglês por que ODEIO os preços abusivos da Rocco e só há uma possibilidade de ter esse livro em português…tan tan tan SUBMARINO+SUPERPROMO = R$ 9,90

    E que bom que a Rocco tomou jeito, por que traduções lixo e totalmente distorcidas (trabalho de amador) são a especialidade deles!

    Resenha perfeita!

    Beijo Beijo
    My recent post Resenha: Julieta Imortal – Stacey Jay

  4. Oi GUi… Quando fui terminando de ler a resenha, me vem um desanimo com a palavra série, que ódio en GUi, podia ter evitado. Eu já ia perguntar se o livro seria o começo de série e tals, mas acho que valerá o sacríficio dos 300 reais kkkk
    A autora Melissa Marr, deve mt boa, amei a história de Ash, para os intimos como tu disses… o poder dela é surpreendente…. um show a parte. pena q tu só descolou uma parte do romance dela.. eu queria pelo menos mais um spoiler, eu nem ligo pra esse negocio de perder magia… na realidade dá na mesma, porque nem sei o final e acho q eh isso q importa….
    congrats !!!

    1. AH esqueci de dizer… nem li nenhum livro da rocco antes de passar para o inglês… ainda bem q tu me avisou q thunger game ta um lixo, nem vo comprar.. tava ate pensando..

  5. A série é extensa, mas o enredo prende o leitor. A Rocco novamente com suas séries de prender o leitor. Apesar de vermos essa história em outros livros mudando um pouco o foco.

    abraço

    Philip Rangel
    My recent post Nova Editora Parceira: Belas Letras.

  6. decepção no final … ele fica com donia ç-ç ç-ç eh a serie eh extensa prende o leitor fui ler em inglês keenan e aislin fracasso buaaaaaaaa terminei agora ç-ç ç-ç ç-ç ç-ç <————pessoa frustada demais procurando outro livro …

  7. oi gostei da sua resenha sobre esse livro, mais bem que vc poderia ter deixado o infeliz comentário sobre Crepusculo de lado. Cada autor tem o direito de escolher como seram seus personagens e respeitar os leitores de outras séries tbm pode ser levado em consideração. Amo Crepusculo e a forma com a Stefanie Meyer abordou a história com seus vampiros que brilham no sol e seus metamorfos…

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.