Olá Leitores do Burn Book. Hoje vou postar a resenha de Um Amor Para Recordar, do Nicholas Sparks que a Mari fez. Eu já li esse livro, mas travei pra fazer a resenha. Não sei se foi pela emoção do livro ou pela lição de vida do mesmo que a cada vez que começava a escrever lembrava da historia e começava a chorar (eu não estavam em uma semana muito boa quando eu li esse livro, mas já sai dessa onda deprê, não se preocupem) Essa semana posto a resenha de Interligados pra vocês. ^^
 

 
 
 
 

Título: Um Amor Para Recordar
Autor: Nicholas Sparks
Páginas: 184
Editora: Novo Conceito

Resenha por: Mari

 
 
 
 
 
 

Cada mês de abril, quando o vento sopra do mar e se mistura com o perfume de violetas, Landon Carter recorda seu último ano na High Beaufort. Isso era 1958, e Landon já tinha namorado uma ou duas meninas. Ele sempre jurou que já tinha se apaixonado antes. Certamente a última pessoa na cidade que pensava em se apaixonar era Jamie Sullivan, a filha do pastor da Igreja Batista da cidade. A menina quieta que carregava sempre uma Bíblia com seus materiais escolares. Jamie parecia contente em viver num mundo diferente dos outros adolescentes. Ela cuidava de seu pai viúvo, salvava os animais machucados, e auxiliava o orfanato local. Nenhum menino havia a convidado para sair. Nem Landon havia sonhado com isso. Em seguida, uma reviravolta do destino fez de Jamie sua parceira para o baile, e a vida de Landon Carter nunca mais foi a mesma.

Semana passada li um livro lindo e deveria ter postado a resenha para vocês, no entanto, me emocionei tanto com a história que não tinha condições de escrever sobre ela. Na verdade, pouca coisa mudou, recordo da história agora e as lembranças do que senti com a leitura vêm a minha mente e deixam meus olhos marejados.


Acho que muitos de vocês sabem que estou falando de UM AMOR PARA RECORDAR do Nicholas Sparks(Ed. Novo Conceito). Apesar de ter todos os livros do autor lançados no país,UM AMOR PARA RECORDAR foi o primeiro que li.
 
O enredo já era conhecido. Já havia assistido ao filme, porém não me emocionei muito. Mas as palavras têm um jeito diferente e mais profundo de nos tocar. E foi tocada por elas que mergulhei na história de Landon e Jamie, ou posso dizer que mergulhei em minhas lágrimas ao ler a história de Landon e Jamie.
 
"Esta é a minha história – e prometo contar tudo.
No início você vai sorrir e, depois, chorar – não diga que não avisei."

Landon, o cara que foi fazer teatro para não ter prova, o cara preguiçoso, de notas não tão excelentes e que não iria para uma universidade brilhante. Jamie, uma raridade na espécie humana: Sensível, caridosa, positiva e com fé. Apesar de andar em constante companhia da bíblia, sua fé ia além da fé em Deus, ela tinha fé no homem.
 
Jamie era filha do pastor Hegbert, um homem que a criou sozinho e com pulsos filmes, mas Jamie nunca perdeu sua doçura, e agradecia todos os dias pelo pai tinha. Todos os anos, os alunos do último ano da escola da cidade, apresentavam a peça escrita por Hegbert, e naquele ano a peça seria mais especial, seria estrelada por Jamie e também por Landon.
Com a aproximação dos dois para os ensaios, o inevitável acontece: eles se apaixonam. Jamie torna Landon um homem melhor, mais solidário e menos egoísta. Mas Jamie esconde um segredo. Ela está morrendo..


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

Confesso que fui ler o livro com muita expectativa em relação a história, queria ver as diferenças que tinha em relação ao filme, contudo em momento algum pensei que iria me emocionar com ela. Não foi o que aconteceu. As palavras de Nicholas e o sofrimento do jovem casal me tocaram a tal ponto que cheguei a me trancar no banheiro para ler alguns capítulos e, após terminar o livro, me tranquei novamente por uns 30 min. tudo para poder chorar sem ninguém ver. Não foi a primeira vez que um livro me fez chorar, mas soluçar sim, e nessas horas sempre tem algum espírito de porco para rir da situação.

Lágrimas. Preparem muitas delas, pois será praticamente impossível segurá-las. UM AMOR PARA RECORDAR é bem mais que uma trágica história de amor; é a história de como um amor puro e verdadeiro pode atravessar muitos anos e mesmo assim, ser mais que lembrado, ser ainda sentido.

 

Deixe sua opinião aqui :)