Resenha: Visão Falsa, Dan Krokos

A verdade por trás dos clones é muito maior do que poderíamos imaginar.

Dan Krokos é um autor conhecido aqui do Burn Book. Seus dois volumes da jornada de Mason Stark, Ladrões de Planeta e As Estrelas Negras, mostraram como o autor consegue trabalhar muito bem com o público infanto-juvenil. Com uma aventura que mistura os elementos dos livros de Percy Jackson com Star Trek.



Indo para o mundo dos Young-Adults, Memória Falsa acabou sendo uma grande surpresa. A primeira parte da Trilogia Falsa me trouxe um grupo de jovens heróis ao estilo de Os Legados Lorien. A segunda parte, Visão Falsa, continua a jornada Miranda North, com revelações que nunca esperaríamos.

Acho que uma das coisas que seguraram esse continuação foi a grandiosidade das respostas e a nova mitologia apresentada. No começo, elas pareceram sim grandiosas demais. Mas, com o decorrer dos eventos, elas acabaram se tornando parte daquele mundo como as criaturas. Dan realmente sabe criar monstros assustadores. As criaturas pareciam ter saído de um filme de terror, ou melhor dizendo, de um terror voltado para ficção científica.

A grandiosidade que o autor cria os cenários é parte de seu jeito de escrita, do mesmo modo que certas características fazem parte de cada autor, e só podemos esperar que elas consigam se misturar bem a narrativa. Nesse caso, o mundo em si conseguiu ser melhor que os personagens. Não me levem a mal, eu tinha gostado muito da equipe Alfa, e principalmente de Rhys – que acabou se tornando meu personagem favorito. O que atrapalhou o desenvolvimento da história mesmo foi a própria Miranda. 

Isso mesmo, a protagonista se mostrou tão irritante que tive vontade de tacar o livro nela. Sabem quando o herói da história decide fazer tudo e sua equipe fica só observando? Então, foi exatamente assim. Tipo, não havia motivo algum para a Miranda fazer o que fazia, apenas pura teimosia e o resto da equipe Alfa ficou apenas de lado. O que é uma pena, porque uma coisa que me fez adorar o primeiro livro foi o fato de os personagens secundários estarem tão envolvidos e serem tão relevantes quanto o principal.

A teimosia de Miranda causou mais problemas do que ajudou.

No final, eu consegui aproveitar o que Dan criou e quero muito saber o desenrolar dos eventos e da guerra que está para surgir. Temos um mundo muito interessante em mãos e eu só espero que o autor lembre que os outros personagens são tão interessantes e importantes quanto a principal.

 

Capa
70
Enredo
65
Narrativa
75
Personagens
50
Nota dos Leitores:1 Vote
100
65

Leia Mais
SAIU! Vingadores: Guerra Infinita ganha comercial no Super Bowl 2018