Burn Cine: Depois da Terra 6
Sem categoria

Burn Cine: Depois da Terra

Olá leitores e amigos do Burn Book. Aqui iremos nos encontrar toda semana para falar sobre um filme. Estaremos noticiando sobre dicas de filmes, estreias, opiniões e muito mais. Esperamos que curtam essa coluna e que participem. Vamos buscar o melhor do entretenimento para vocês.

Crítica por Danny Resende

Então vamos nessa, prepare sua pipoca, seja ela de milho ou arroz (no meu caso ) e vamos nos aventurar, nos emocionar e aprender com esse mundo magnifico e magico que é o cinema. Sejam todos bem vindos.

Burn Cine: Depois da Terra 7

Sinopse:

Há 1000 anos, um cataclismo tornou a Terra um lugar hostil e forçou os humanos a se abrigarem no planeta “Nova Prime”, morando em naves espaciais. Depois de uma missão, o general Cypher Raige (Will Smith) retorna à sua família e ao filho de treze anos de idade (Jaden Smith). Mas pouco tempo após seu retorno, uma chuva de asteroides faz com que a nave onde moram caia na Terra. Com o pai correndo risco de morte, o jovem adolescente deverá aprender sozinho a domar este planeta, e conseguir resgata-los da terra. 

Opinião: 

Depois da Terra, aborda um tema até então ausente das novas produções, “O medo”. É uma ficção-científica, e o resultado como era de se esperar, não apresenta nada de original, o que não necessariamente deve ser visto como um filme interessante e de uma grande produção. A qual apresenta o filho de Will Smith como o personagem principal e que tem toda pompa para substituir seu pai em grandes produções. Apesar de que notamos que em algumas cenas ele deixou a desejar. O mais interessante na estória é quando vemos como os humanos enfrentam a ameaça das “Ursas”, uma raça alienígena capaz de “farejar o medo”. Para combatê-los, o exército treina os soldados para serem “fantasmas”, pessoas incapazes de sentir medo e que, com isso, se tornam invisíveis ao inimigo.

Mas o tema “MEDO” algo que já havia sido (melhor) trabalhado em A Vila (2004). Por mais que não seja o melhor trabalho de M. Night Shyamalan, (o Diretor). Depois da Terra tem sim suas qualidades – percebemos que o tema abordado nos incentiva a acreditar que nosso pensamento controla o nosso melhor eu e que somos capazes de enfrentar qualquer coisa. A estória é interessante e o diretor deveria ter aproveitado muito e transformar o filme de ação cientifica bem mais empolgante, e não dá pra entender por qual motivo ele não o fez. São poucos os que gostam de ficção-cientifica, e é um tema que devemos analisar bem o objetivo cinematográfico, que não é apenas abordar a estória, e sim mostrar o que o mundo cinematográfico é capaz, e nessa temática o filme não deixou a desejar, estão de parabéns por toda produção e inovação. 

Não foi um filme que agradou a muitos e que na verdade todos esperavam mais por ser mais um filme estrelado por Will Smith protagonista de filmes de ação de grandes sucesso, mas vale a pena conferir pela produção, fotografia e a temática. Então, nos encontramos por aqui depois, aguardo a opinião de vocês. 
 
Confira o Trailer do filme:

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Burn Cine: Depois da Terra 8


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Sem categoria

1 Comment

  1. Uma análise com a qual eu concordo, mas não totalmente, para mim Depois de Terra Achei um bom filme, cheio de sentimentos à tona, especialmente para ligação gerado entre pai e filho, não se esqueça do efeitos especiais! E as ações que poderiam ser melhor! Saudações!

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.