Confira dicas de como organizar seus livros 3
Sem categoria

Confira dicas de como organizar seus livros

Publicado no Bonde

A leitura é um hábito saudável que resulta em mais conhecimento e sabedoria. O que não é benéfico é a bagunça causada pelo acúmulo de livros. Para resolver esse problema, basta especificar as estantes e prateleiras adequadas. Com a ajuda de quem entende do assunto, é possível criar um espaço agradável e personalizado

Mesmo em tempos de tablets e leitores eletrônicos, ainda é maioria aqueles que não abrem mão de comprar – e acumular – o bom e velho livro. Por conta desse hábito, logo se formam pilhas de livros pela casa. Mas esse problema pode ser facilmente resolvido com a adesão de uma estante ou prateleira. Ambos os móveis podem transformar a bagunça em estilo. Profissionais dão dicas de como lançar mão desses elementos de forma correta.

“A prateleira tem que ser de marcenaria, com espessura maior. Normalmente, é chumbada com uma estrutura metálica interna porque o peso do livro é grande e a carga é pontual, não é distribuída”, salienta a arquiteta Estela Netto. Ela acrescenta ainda que é ideal fechar a prateleira com portas de vidro: “Quem tem biblioteca gosta de ver o livro, porém, ele fica muito empoeirado quando exposto. O vidro mantém essa visibilidade, mas o deixa limpo e menos propenso a pegar traça e mofo”.

Henrique Queiroga - <i>Projetos de Marina Dubal: As prateleiras possuem a divisão crucial para a composição do ambiente. </i>
 

A também arquiteta Marina Dubal, comenta como deve ser o acabamento da estante. “Ela deve estar em harmonia com cada ambiente. Materiais como laca, madeira maciça ou compensado laminado podem criar efeitos interessantes na decoração”, ensina. A profissional acrescenta: “O ideal é que a estante ocupe toda a altura da parede. Quando o pé-direito for alto, ela pode ser alinhada outros elementos, como portas e vigas”.

Quanto ao uso de cores, tanto prateleiras quanto estantes podem sim ser coloridas, mas é recomendável cautela na escolha dos tons. “Várias cores realmente competem com os livros, não fica legal. Normalmente, quem tem uma biblioteca quer a marcenaria mais discreta para destacar a quantidade e qualidade dos livros expostos”, explica Estela.

As profissionais também chamam a atenção para a versatilidade desse tipo de móvel. “Estantes e prateleiras para livros caem bem na sala de estar e jantar e em quartos, principalmente se for a estante”, destaca Marina. Mas independente do lugar que forem inseridos na casa é necessário que haja boa circulação de ar. “É importante ter ventilação para evitar o mofo. A climatização também é necessária, pois a umidade ou excesso de calor também prejudicam o livro. Deve-se evitar também que o sol incida diretamente sobre a marcenaria que abriga os livros”, lembra Estela.

Josmar Bragança - <i>Projeto de Estela Netto: a prateleira planejada recebeu portas de vidro para proteger os livros da poeira</i>
 

Prateleiras ou estantes: seja qual for a escolha, os amantes de livros devem ter em mente que esses móveis precisam ser resistentes e planejados. “Livros são objetos que, além de fazerem parte da história de vida de cada um, podem fazer parte da decoração de um ambiente dando cor e personalidade”, encerra Marina.

Fonte

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Confira dicas de como organizar seus livros 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Sem categoria

Leave a reply