Especial: Ler livros pela segunda vez pode ser terapeutico. 6
Sem categoria

Especial: Ler livros pela segunda vez pode ser terapeutico.

Quem lê o mesmo livro ou assiste ao mesmo filme mais de uma vez já tem uma desculpa para dar aos familiares e amigos. A mania não tem nada a ver com vício ou comportamento obsessivo, mas é um esforço consciente para encontrar camadas de significado mais profundas no material e refletir sobre o próprio amadurecimento.

Especial: Ler livros pela segunda vez pode ser terapeutico. 7
 

Esse é o resultado de uma pesquisa liderada por Cristel Russel, professor da American University, nos Estados Unidos. Ele entrevistou 23 pessoas para identificar as razões para o que chamou de “re-consumo” de um material e descobriu que o comportamento não é uma tentativa de reviver o passado, mas uma busca por significado, que pode ter grande valor emocional.

O re-consumo pode, inclusive, servir como uma espécie de terapia, uma vez que permite que a pessoa analise como sua interpretação do livro ou filme mudou com o decorrer do tempo. Segundo os cientistas, isso pode servir de contraste entre o eu atual e o eu do passado. Eles citam como exemplo o caso de um participante do estudo. Pastor evangélico, ele releu a Bíblia inúmeras vezes. De acordo com sua idade, interpretava passagens de modo diferente – um sinal de crescimento.

O resultado da pesquisa, publicada na revista Journal of Consumer Research, pode ser usado pelo mercado de livros. Segundo Russel, os vendedores sempre tentam trazer experiências novas e frescas, mas as velhas experiências também podem ser repetidas de modo a abrir novas perspectivas.

Publicado na revista Galileu

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Especial: Ler livros pela segunda vez pode ser terapeutico. 8


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Sem categoria

6 Comments

  1. Eu releio mais para matar a saudade mesmo, mas pensando bem a gente realmente interpreta de outro jeito algumas coisas.

    Beijos
    Cah
    My recent post Review Túnel do Tempo – Gilmore Girls

  2. Ah, não sei se pode ser terapeutico, mas por mais que eu goste do livro, eu não consigo reler… Prefiro mais esperar ou procurar por algo novo do que recomeçar a leitura de que eu já sei o que vai acontecer ><

    xx carol

  3. Tem livro que eu leio-releio-leiodenovo. 😀

    beijocas.

  4. Gosto sempre de reler meus livros favoritos. Geralmente percebo coisas novas, é bem interessante. ^-^

  5. Nunca reli nenhum livro, mas logo farei isso com alguns favoritos. Espero que seja uma experiência boa.
    My recent post Resenha: Em Chamas, de Suzanne Collins

  6. O problema é que eu não tenho tempo nem de ler pela primeira vez o livro,kkkk. Mas com certeza fareo isso com os meus favoritos um dia. Bjss

Leave a reply