Foi instalada ontem na Praça da República, no centro, uma maquina que troca livros gratuitamente. Basta apertar um botão. A ação faz parte do Projeto Entre no Clima da Bienal, da Câmara Brasileira do Livro (CBL). O objetivo é estimular a população a visitar a 22.ª Bienal, que começa dia 9.

 

Batizada de Incrível Máquina de Livros, a máquina – uma van colorida montada especificamente para a ação – troca de livros usados por novos ou seminovos. O processo consiste em levar um livro em bom estado, pegar uma senha, depositá-lo em uma gaveta e apertar o botão. Após um barulho de "engenhoca", da gaveta acima sai um novo título. Os livros disponíveis são doados pelos parceiros e editoras que participarão da Bienal deste ano. Cada um doou cerca de 300 obras para o projeto.

16 livros. Ontem, primeiro dia da ação, 80 pessoas retiraram senha e aguardaram sua vez de apertar o botão. Entre elas estava o comerciante Márcio Bernistock, de 43 anos, que trabalha e mora na região. Na caminhada ao escritório, ele ficou curioso para saber o motivo da fila na frente da van. Após saber do que se tratava, voltou para casa e pegou 16 livros na estante. Ele trocou livros sobre plantas brasileiras, entre outros, e recebeu da máquina obras de Gabriel Garcia Marques, Nietzsche e estudo sobre poesias de cordel.


A boa qualidade dos livros foi o que mais chamou sua atenção. "Não são muito antigos. Achei a iniciativa muito boa", ressaltou. A estudante de Biologia Tabata Junqueira, de 32, também aprovou a ideia. Segundo ela, "por meio dos livros é que conhecemos outros mundos".

Se a pessoa não gostar do livro, pode pegar outra senha e retirar outro livro. São 2.800 senhas por dia.


» Siga o Burn Book no Facebook Instagram e no Twitter e receba todas novidades dos livros, filmes e séries! «

A van fica na República até domingo.

 

Deixe sua opinião aqui :)

No more articles