Guia de Sobrevivência do Escritor #2 3
Sem categoria

Guia de Sobrevivência do Escritor #2

Sejam bem vindos a mais um Guia de Sobrevivência do Escritor! Hoje vou falar sobre uma coisinha que a leitora Beatriz me perguntou:

Screen Shot 2015-03-31 at 11.18.44 AM

A pergunta da Bia incomoda muita gente, e certamente me incomodou muito. Aposto que se eu lançar a pergunta “quantos de vocês não escrevem por que não sabem sobre o que escrever“, vai ter tanta mão levantada que vai parecer show de rock. Nos preocupamos tanto com os “o quês” e que às vezes nem conseguimos chegar no “como”. E sabe, isso é uma droga, porque significa que você, escritor, não está escrevendo.

tWtPHXf

Eu já li em vários lugares a máxima “escreva sobre o que você conhece”. Se querem saber, essa é a maior mentira já inventada pelos escritores. Ninguém escreve sobre aquilo que conhece porque a) isso é ridiculamente limitado, e b) pode ser incrivelmente chato. Duvido que eu teria vendido algum livro na vida se tivesse escrito sobre uma garota que gosta de escrever e que passa muito tempo escrevendo e sem vida social. Se é chato pra mim na vida real, imagina na ficção. Nah, nada disso. Tenho um lema diferente, e vou mandar a real aqui pra vocês:

Escreva sobre o que você gosta.

Uau. Poderoso, né? E libertador também. Porque, sabe, foda-se o que você conhece. Você pode pesquisar e descobrir e imaginar e o único limite continuará sendo você mesmo. Escrever sobre o que gosta é infinitamente mais importante, porque se você está curtindo o que escreve, quem lê vai gostar também.

tumblr_mhgt690IRb1r2afs6o1_500

Aí entramos em uma segunda questão: começar por fanfics ou histórias originais? Isso, meu chapa, é você quem decide. Reitero: escreva sobre o que você gosta. Escreva sobre o que você quiser escrever. Se a vontade é escrever receitas de bolo declamadas em poema, escreva. Uma fanfic de Harry Potter onde todo mundo morre de câncer, escreva. Uma história super original de um zumbi que entra num reality show musical, escreva. Escreva escreva escreva. Mas escreva.

Não importa por onde você começa. Você pode nem terminar esse texto. Mas desde que você escreva, tudo vai ficar bem.

Mande suas perguntas pras próximas edições do Guia aqui nos comentários! Nos vemos na semana que vem 😉

*Encontrou algum erro na matéria? Avise-nos

Ouça o último episódio do BurnCast:

Você pode ouvir BurnCast no Burn Book, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer, na Amazon Music ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga o BurnCast, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.


Guia de Sobrevivência do Escritor #2 4


Guilherme Cepeda
Guilherme Cepeda é podcaster, blogueiro e escritor. Pós-Graduado em Marketing e apaixonado por tecnologia e literatura desde sempre, em 2010 resolveu criar um blog para compartilhar sua opinião com os amigos. Jamais imaginaria que o projeto chegaria tão longe, tornando-se hoje o Burn Book, um dos maiores portais de literatura jovem do Brasil. Escreveu em co-autoria os livros da série Minha Vida, e em seu trabalho mais recente, já pela Editora Burn Books, publicou o conto “Estarei em Casa para o Natal” na antologia que leva o mesmo nome, também foi publicado em outras antologias pelas Editoras Wish, Villa-Lobos e Rouxinol. Guilherme é co-criador do Podcast “BurnCast”, o qual é responsável pela edição, pós-produção e roteiro há mais de um ano.

Você pode gostar de:

Mais Posts em:Sem categoria

Leave a reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.