Resenha: Cinquenta Tons de Cinza, de E.L. James

Cinquenta Tons de Cinza foi relançado (como livro) em 3 de março de 2012 e ficou no mercado por 10 minutos, e nesse tempo bateu recorde de vendas, devido ao seu conteúdo digamos assim, erótico. (Cinquenta Tons de Cinza é considerado XXX, mantenha fora do alcance das crianças)

Em poucas palavras, Cinquenta Tons de Cinza é baseado em Twilight, no romance em si, mas não aborda o sobrenatural, levando para o lado de lobos, vampiros, fadas (vampiros que brilham no sol) e etc …. Este livro explora o mundo secreto de BDSM (Bondage e Disciplina, Dominação e Submissão, Sadismo e Masoquismo), e todos os personagens imersos nele.
 
O livro conta a história de Anastasia, uma jovem americana de 22, tímida, ingênua que por acaso vai entrevistar um empresário chamado Christian Grey (ou Sr. Grey para os íntimos) e acaba se sentindo atraída por ele. Christian Grey é como um imã para Anastasia, mas no decorrer do livro ela descobre que ele tem alguns costumes digamos, diferentes ….
 
E.L James criou uma trama baseada no mundo de BDSM, incluindo cenas extremamente quentes, conteúdo erótico e sexo, muito sexo. Cinquenta Tons de Cinza não é um livro para qualquer pessoa, ele confronta diretamente um enigma da nossa sociedade: Estamos prontos para falar sobre sexo?
 
O assunto ainda é pouco discutido, ainda mais em publico. Acredito que Cinquenta Tons de Cinza vai servir para disseminar e trazer o assunto da sexualidade para o cotidiano das pessoas. E.L James criou em Anastasia uma personagem que deixa a voz interior aflorar, invocando sua “deusa interior”, uma mulher decidida, que se sente bem ao satisfazer os seus desejos, no caso as relações com Christian Grey.
 
A autora colocou no papel todos os seus desejos e deixou a imaginação fluir (até demais), o que acabou atraindo muitos leitores para o livro. Confesso que não conseguia parar de ler até a metade do livro, mas depois disso a narrativa começou a ficar maçante e arrastada, parecia que o livro se resumia a sexo. Dependendo do ponto de vista, Cinquenta Tons de Cinza pode ser interpretado como um livro para vender sexo, se foi essa a intenção da autora, ela fez isso muito bem.
 
Não sei se foi comigo, mas senti que E.L James quis guardar muita coisa para o segundo livro e transformou Cinquenta Tons de Cinza em um manual de BDSM com extras dos relatos dos encontros e problemas do “relacionamento” entre Anastasia e Christian Grey. Algumas citações do livro são tão desconexas que beiram o lado cômico, não vou negar que me diverti com as comparações e os comentários de Anastasia. A linguagem utilizada pela autora é muito simples, o que já era esperado, sendo que o livro era uma fanfic, mas nada que prejudique a leitura.
 
O livro foi originalmente publicado como fanfic em um site, e fez tanto sucesso que acabaram por adaptar a fanfic para uma trilogia de livros. Cinquenta Tons de Cinza é um livro que divide muitas opiniões, mas tem potencial para ser um best seller no Brasil assim como no exterior. O que atrai os leitores para Cinquenta Tons de Cinza é a curiosidade e o tal do “boca a boca”. 
 
A sociedade ainda não está acostumada a falar sobre sexo, e busca no livro uma saída para discutir mais sobre o assunto. A mídia usa sexo para vender quase tudo, mesmo que indiretamente, a maioria das propagandas tem uma referência ao mesmo. E L James soube unir vários elemento e transformar um livro que aparentemente fala sobre sexo em um best-seller.



  1. também estou no grupo daqueles que querem ler apenas por curiosidade e por já ter ouvido TANTAS críticas negativas e positivas… mas acho que, como você disse, o intuito da autora era apenas "vender sexo".

  2. Eu ainda estou indeciso. Vi várias resenhas positivas, mas também muitas negativas. Li alguns trechos do livro e, sinceramente, que coisa mal-escrita! Sem falar que as cenas de sexo não são tão chocantes assim. Sei lá, parece até que ninguém conhece o sexo… E ainda tem a chata da Anastasia, que só fala "oh" e "merda".

    Enfim, não é um livro que compraria, mas leria se o tivesse. Como não o tenho, resta-me apenas tentar ganhá-lo.

  3. O tema do livro apesar ainda de ser muito novo, dá para ver que ainda vai dá muita coisa, muitos livros estão aparecendo com esse tema, sadomasoquismo. E por mais que uma pessoa nunca tenha prestado muito atenção no assunto ou talvez nem tenha ouvido falar do que é, ela lendo um livro se envolve completamente, não só pelas cenas picantes e o detalhamento, mas pela história de amor, porque se você for parar e pensar tudo se resume a uma história de amor retorcida, não aquela convencional com a qual estamos acustumados. E foi isso que me cativou, foi essa mistura de S&M com o simples e sincero amor que a Ana tem pelo Grey. Estou muito ansiosa para ler as continuações, porque eu sei que não irei me decepcionar.

  4. Realmente, a curiosidade que faz a gente querer ler esse livro, porque é tanto barulho diante desse livro que não tem como não ficar intrigado. São tantas críticas negativas e positivas, que não tem quem não fique com vontade de dar a sua própria opinião, mas para isso é preciso primeiro ler o livro né. Não sei se leio ou não, mas só sei que estou participando de todas as promoções que envolve esse livro kkkk

  5. Eu quero demais esse livro. Que livro, mais que livro é esse!Olha, depois de IAN ter acabado (e ô livrinho novo pra demorar a sair…) eu estou aqui com livros em falta desse gênero. Preciso urgente! Adorei a história *-*
    Apesar da comparação de merda com crepúsculo ¬¬

  6. Oi Gui. Já tá decidido, tenho que ler, que resenha completíssima, adorei, eu jurava que nem sabia que se originou de uma fanfic. Mas esse assunto erótico é muito chamativo mesmo, já li um assim, bem explícito e até me assustei com o linguajar. Porém, adorei essa parte da sua resenha: Estamos prontos para falar sobre sexo? Acho que taí o tema para discutir o livro mais profundamente.

  7. Bem clara a resenha! Gostei, e estou mesmo querendo o livro por curiosidade e porque este tipo de leitura vem conquistando um espaço maior em minhas leituras diárias.
    Bom, existe diversos generos e assim como você disse, como não se fala tão abertamente de sexo, nos livros podemos explorar um lado que só passamos a conhecer por experiencia própria em 4 paredes.
    É uma leitura pra divertimento e para outras pessoas para aprendizado!

    bjs http://leituradeouro.blogspot.com/
    My recent post [Trilha no Ar] Perdeu algo? O blog te ajuda!

  8. Eu me interessei por essa capa desde que a vi nos lançamentos do Skoob. Os comentários, porém, têm sido bem controversos. Uns amam o livro, outros, mais ou menos, outros ainda, detestam. Resta saber o que eu vou achar, né?! =D
    Parabéns pela resenha.

  9. gostei muito do livro. esse livro é daquele que te prende,quando você começa a ler não consegue parar ate que termine. ja li ele e 50 tons mais escuros e estou ansiosa para ler o terceiro. algumas coisas do livro realmente chocam e faz voce pensar "essa Anastácia é louca de ficar com esse cara?!" mas no geral, todo o romance acaba cativando a gente.

  10. gente já li todas as resenhas possíveis , estou realmente curiosa para ler essa trilogia.espero que o mercado de livros com essa temática melhore ,especialmente quanto a qualidade.porque me impressiona o quanto a literatura do segmento no Brasil ainda me parece tímida.essa de livro pra mulherzinha já passou faz tempo! livros eróticos podem ser verdadeiras obras de arte! .tenho certeza de que há autores maravilhosos por aí e estão escondidos. nada substitui uma boa estória ainda mais nos dias de hoje tão carentes de uma forma nova de contar o antigo ou mesmo novos desafios que encontramos e que poderiam ser usados como temas. quero ler a trilogia o/

  11. Já li algumas resenhas comparando o livro à 'Saga Crepúsculo', o que me deixou meio desanimada.. li uma resenha que criticou bastante a Anastasia, por ser tão sem sal e tonta quanto Bella, e fiquei mais desanimada ainda rsrs… sinceramente, existem pouquíssimas 'Bellas' na vida real, mesmo as mulheres ou garotas mais tímidas não conseguem ser tão sem sal quanto Bella… não sei o porquê de alguns romances de hoje terem a mania de colocar a protagonista como uma garota deslocada, tímida, com poucos amigos, que não gosta de chamar atenção, que não sabe se vestir de forma sexy… chega a dar raiva, poxa.. até parece que naõ existem mulheres normais, que não são as populares de colégio ou faculdade,mas que nem por isso deixam de chamar atenção e de serem mulheres decididas…. mesmo que existam muitas mulheres tímidas, a maior parte delas sabe explorar sua feminilidade, é quase como um extinto. Outro ponto é o fato de 90% dessas personagens serem virgens (?) não entendo o 'porquê' disso, como se todas as garotas de 20 anos tivessem que ser, como se a história fosse ficar mais romântica por conta disso, parece existe uma magia em torno da virgindade e os autores adoram explorar isso! Enfim, tenho me queixado desses clichês literários do momento, da garotinha que quase sempre me deixa com raiva por ser tão tonta! rsrsrs, mas tudo bem, temos que saber apreciar o restante da estória.. e em cinquenta tons de cinza, o restante será muito bem vindo pra mim com o famoso Christian Grey, rsrsrs, acho que ele faz a estória valer a pena, ou não… só poderei opinar mesmo quando tiver lido o livro, até lá fico especulando através das resenhas! 😉
    E gostei muita da sua resenha, abordou um ponto que até então eu não tinha visto nas demais resenhas, que só se preocupam em deixar o quão Anastasia era uma 'Bella da vida', a sua tentou mostrar de forma mais ampla o que está por trás de todo esse interesse pelo livro, uma vez que ele, apesar de poder ser considerado um best-seller, deixa muito a desejar quanto ao enredo, mas vamos esperar, quem sabe melhora no segundo livro, né? 🙂
    Bjs!!

  12. Já li o livro, e realmente no início fiquei meio chocada, afinal não é todos os dias que nos deparamos com sadomasoquismo totalmente aberto. Mas a leitura realmente me prendeu e não consegui parar de ler até o fim. E com certeza o segundo livro tem mais coisas acontecendo. Na minha opinião 50tons veio para quebrar a discrimição e os tabus que ainda existe na sociedade, Afinal não importa o que eles fazem para se satisfazer no sexo, o que importa é o sentimento que os unem e os sacrificios que fazem para poderem serem felizes juntos.

  13. Gostei muito da resenha. Vou confessar que quero muito ler o livro.
    Além dele está send super falando, gostei da história.
    Mais penso que o livro não vá atender as minhas expctativas. Devido a grande divulgação, estou esperando ler o melhor livro de todos. E acho que ele não é isso tudo.
    Mais ainda não desistir de ler e ele e tirar minha próprias conclusões.

  14. Eu particularmente amo esse livro, adoro esse tipo de literatura e querendo ou não ele acaba por me ensinar diversas coisas, eu querendo ou não. Eu gosto da liberdade que a autora tem em expressar sentimentos e desejos que muitas vezes nós mesmos reprimidos, afinal sexo é tabu da sociedade. Enfim, recomendo esse livro a todos que tenham mente aberta, porque com certeza aproveitarão.

  15. Tô louca pra ler Cinquenta Tons de Cinza!!!! Já vi tantaaaas resenhas mas nenhuma melhor do que esta. Acho q o povo perdeu muito daquele preconceito de ler livros mais "picantes", acho isso legal e tudo graças a este livro! Parabéns a escritora deve ta feliz da vida com o dimdim e com o sucesso tbm! hehehe

  16. O livro é bom! Eu estou lendo ele nesse momento! E estou gostando. No começo parecia se tratar de um romance normal. Porém agora… é realmente aquilo que você disse Gui e que li em alguns comentários sobre o livro. A questão da aceitação e a abertura natural dos fatos (e de outras coisas também! hahahaha #piadinhasemgraça!) em que o livro se direciona para a sexualidade é explicitamente presente. E acho que essa liberdade e o calão de algumas palavras presentes na história é que fazem Cinquenta Tons de Cinza ter se tornado um fenômeno, por se tratar de um livro altamente esclarecedor nas questões do BDSM.

    Eu estou gostando por que o romance em si é envolvente e história foi muito bem contruida. A E.L. James soube como desenvolver essa fanfic a tal ponto que virou livro não é verdade?! Então o negócio é bom! =)

    Parabén Gui. A resenha ficou ótima!

  17. Adorei o post e concordo com vc, já vi muitas criticas pelo livro ser BDSM, mas acho que cada um sabe o que faz entre 4 paredes e quem goste de uns tapas e os que não gostam, concordo com vc sobre o primeiro livro ser mais sexo e menos história, mas o 2 trata um pouco mais sobre o relacionamentos dos dois e conhecemos um pouco mais sobre o passado do Senhor Grey.

  18. Eu ando muito dividida em relação a ler esse livro, primeiro ponto contra, trata-se de uma trilogia, e pior que isso li vários comentários de que seria um livro muito mal escrito. Nada contra livros com conteúdo erótico, até sinto falta de leituras mais adultas mas ainda não me convenci; acho que vou esperar a publicação dos três livros e então me decido.

  19. Primeiro que me apaixonei pelas capas que são muuuito lindas! #soudessas *-*
    Estava já desistindo de ler essa série tão comentada devido todas as resenas negativas que andei lendo pela blogosfera. Entretanto, lendo sua resenha uma luz apareceu no final do túnel, rs.
    E, ademais, nunca li nada parecido e gosto de me aventurar em novos estilos literários. 😀
    My recent post Amor em post-it

  20. Nunca li nenhum livro com uma abordagem mais hot. Desde que vi esse fiquei bastante curioso, e depois que vi esse reboliço que ele está causando no mundo todo, minha vontade de lê-lo só aumentou.

    @_Dom_Dom

  21. Primeiramente, adorei a resenha!!!
    Li o livro e gostei, não é o livro em que passei a noite lendo mas adorei!
    É um livro diferente e isso que chama atenção. Se tivesse o mesmo assunto do que todos os livros que estão saindo agora, não chamaria atenção.
    Tudo que pega fama o povo fala mal, infelizmente é assim =
    Acho que para falar mal tem que ter lido o livro até o final, pelo menos o primeiro.
    Beijoss =D

  22. Olá
    O livro mais polêmico dos últimos tempos, muitos que leram simplesmente adoram esse tipo de leitura ou aprenderam a gostar depois de conhecerem o Sr. Grey, mas quem não gosta não pensa nem passar perto dos livros, esse já é um ponto para a polemica e outro é justamente por tratar de um assunto que muitos ainda consideram como um tabu que é a questão de pessoas obterem prazer de formas diferentes.

    Beijão
    My recent post Meme Escrito

  23. Já li algumas resenhas, mas quero dizer que só tive uma opinião mais concreta depois de ver o livro discutido no programa Saia Justa, do GNT. Achei interessante as meninas dizendo que querem livros eróticos e que há toda uma sedução no livro. Acho que, finalmente, me interessei por ele.

  24. 50 tons é um livro de divide opiniões! Já ouvi de algumas pessoas que ficaram constrangidas só de estarem lendo livro… também já ouvi que o livro é o melhor já lançado no Brasil! Já vi na TV dezenas de materias sobre o mesmo, e esse tal do boca a boca que você falou é o tá transformando o livro nesse sucesso todo! Eu mesma estou super curiosa para ler graças aos diversos comentários (negativos) que já ouvi sobre ele! E não sabia que ele era uma fanfic de twilight, muito legal! Minha curiosidade só aumentou agora rsrrsrs

    Ótima resenha, parabéns!

  25. Nossa vir tanto comentrios boms, sobre esse livro que deu vontade de compra, mais tbm tem muinta gente que diz que ele e mau escrito. não sei se vô emvestir meu rico dinheirinho nele. não agora.amei sua resenha beijoss ;*

  26. sua resenha esta muito boa se fala exatamente o que eu pensei do livro .é divertido? é e muito, mas…
    concordo AS PESSOAS NÃO ESTÃO PRONTAS PRA FALAR DE SEXO! o que na minha humilde opinião é um absurdo ,levando em consideração que hoje os jovens(crianças!) estão entrando cada vez mais sendo nessa "vida",mas deixa isso pra lá, amei a sua resenha!

  27. Eu adoro romances eróticos e, apesar da maioria dizer que a trama seja ruim eu pretendo muito ler o livro. Agora, uma coisa me pergunto todos os dias: Como um livro bestseller pode ter surgido de uma fanfic?? Sei lá. Acho que o boom do livro deve-se originar pelo simples fato que as mulheres precisam falar de sexo. Em pleno século XXI, um livro como esse ainda é um tema tabu. Vai entender!

    Seguidora: Cachola Literária

  28. Já ouvi tanto falar desse livro que agora estou com vontade de ler.. é uma coisa incrível.. as pessoas falam dele na faculdade, falam dele na rua, eu vejo o povo lendo isso no metro, comentando na internet.. acho que vou ler pro pressão social mesmo kkkkkk Mas ruim o livro não deve ser… pq se fosse não faria tanto sucesso né?? kkkkk Acho que o apelo sexual teve como objetivo chamar a atenção das pessoas e, pelo visto, conseguiu né? (:

  29. Bem, este livro esta sendo muito comentado…as criticas são boas e ruins… Ninguém tem q ler um livro só pq ele meio q virou moda… Tipo se vc quer ler então leia…..independente do q as pessoas vão falar…. Se eu ler o livro não vou ficar chocada…. poxa eu li muitas resenhas e já sei q é um conto erótico, então se eu for ler não há motivos pra tanto espanto!!!!

  30. Já li o livro e sei que o livro, apesar de conter muitas cenas de sexo explícito não é tão forte assim, para quem leu o livro pelo fato de ter sido uma fanfic de Crepúsculo sabe do que eu estou falando… Lemos coisas muito piores nas fanfics!
    Eu costumo dizer que esse livro é a liberação da alma feminina, claro, tem todo o lance do BDSM, mas o livro em si não é só isso, envolve muito romance também e apesar de chocar a sociedade, existem outros livros que não fizeram tanto sucesso quanto esse, que tratam do mesmo assunto, mas que como não caiu na boca do povo não causou nenhum constrangimento ou frustração à igreja e outras instituições que prezam o voto de não falar sobre sexo!

    Esse livro é o livro feito para mulheres pensarem se vale tudo na hora do sexo, se pelo amor vale tudo e até onde a obsessão masculina pode chegar e quais são as suas consequências!
    http://literaturediary.blogspot.com.br/2012/09/ci
    My recent post Os 15 escritores mais bem pagos de 2012

  31. Gostei bastante de sua resenha e suas opiniões em geral sobre o livro, eu o li e amei.
    Gosto muito de romances e os que são recheados de erotismo então…
    Beijos
    Viviane
    Razão e Resenhas

  32. Eu sinceramente estou muito curiosa para ler esse livro!
    não porque eu tenha amado a sinopse, a achei interessante, mas pelo nível de falatório que tem, já vi muitas pessoas falando super bem assim como falando super mal!! no fim das contas quero ir de mente aberta e tirar minhas próprias conclusões! FATO

  33. Neem sei mais se quero ler os 50 tons, já li tanto resenhas negativas como resenhas positivas, e estou meio entendiada do livro sem ao menos ter lido, eu vi uma resenha que dizia que o livro tem partes bastante iguais a Crepúsculo – uma saga que eu já gostei muito, e que hoje não curto mais – tudo bem que é uma fanfic, mas sei lá, fica chato, pelo menos pra mim !
    A sociedade enfrenta o sexo como se fosse um bicho de sete cabeças, sendo que hoje ele ta tão explicito por aí, temos que tirar essa impressão.
    Já tinha visto que o livro tem mais sexo que tudo na vida, mas ela bem que podia colocar mais romance…
    Acho que agora eu prefiro Luxuria ! 😀
    Ótima resenha
    Beijoos :*

  34. Eu amei o livro, amei o Grey, e não acho q a historia é sobre sexo, o ponto principal pra mim é o Grey como e o porque dele ser como é. e o fato de ter uma linguagem simples facilita o sucesso do livro. adoro a trilogia, apesar de só te lido os 2 primeiros, dia 1º de novembro chega logo!

  35. Oi! Faz tempo que to querendo ler esse livro,alguns dizem que ele é bem escrito,outros dizem que ele é horrível… E com a resenha me deu mais vontade de ler ainda,preciso ler esse livro! Ele é diferente de todos os outros livros,a linguagem dele,e até as partes picantes… Adorei a resenha,parabéns (:

  36. Esse livro já é sucesso mundial, e eu preciso muito ler ele. É estranho saber que o livro veio de um fanfic de Crepúsculo, e já até li alguns trechos na internet e realmente parece bastante com a série de Stephanie Meyer, claro, que EL James soube dar aquela apimentada que faltava em crepúsculo. Sou homem, e o livro é recomendado para mulheres, mas acredito que deve ser interessante um homem lê-lo.

Leia Mais
Promo: Niver de 4 anos do Who’s Thanny?